Nova Odessa inicia inscrições para campanha de castração de animais

O prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho, anunciou nesta sexta-feira (15/10) um novo programa municipal de castração animal voltado a pets de famílias carentes de Nova Odessa, bem como para animais abandonados e abrigados por ONGs e cuidadores. O programa prevê a castração e colocação de microchips de identificação em 1.000 animais – incluindo 600 cães e 400 gatos. As inscrições começam na terça-feira (19).
O processo será conduzido pela equipe do Setor de Zoonoses da Secretaria de Saúde, e vai contar com uma clínica contratada através de processo licitatório. A iniciativa recebe investimento de R$ 230 mil, viabilizada com recursos próprios.
No caso dos animais de famílias de baixa renda, as inscrições no programa vão depender de avaliação socioeconômica, e começam já nesta terça-feira (19). As inscrições prosseguem nos dias úteis, das 8h30 às 15h, na Central de Atendimentos do Paço Municipal (Avenida João Pessoa, 777 – Centro). Serão distribuídas até 100 senhas por dia, sempre no primeiro horário.
“É um programa importantíssimo. Além de evitar crias indesejadas, a castração reduz o aparecimento de diversas doenças nos nossos amiguinhos de quatro patas. Os animais podem ser castrados a partir de 6 meses de idade”, explicou o prefeito – que é médico veterinário, cuidador e defensor da causa animal.
“Serão castrados, ao longo do programa, 600 cachorros e 400 gatos. Os procedimentos serão realizados mediante agendamento informado por nós à família, na Clínica Veterinária Piconi, vencedora da licitação. Para garantir a castração do pet, o morador deverá se cadastrar no Setor de Protocolo da Prefeitura e se enquadrar nos critérios de renda”, explicou a veterinária Paula Faciulli, coordenadora do Setor de Zoonoses.
“Por isso, criamos um protocolo de cadastramento mais rígido e transparente, com exigência do novo Cartão + Saúde (exigido para consultas e exames na Rede Municipal de Saúde) e documentos para comprovação de moradia. Além dessa documentação, estaremos visitando os endereços cadastrados para verificar se o animal é mesmo do endereço cadastrado. Lembrando que primeiro serão contempladas as famílias de baixa renda, animais SRD”, acrescentou a veterinária.

Sábado, 16 de Outubro de 2021

Veja Também

Equipe de educação ambiental de Hortolândia orienta população a adotar práticas positivas

O trabalho de educação ambiental realizado pela Prefeitura de Hortolândia incentiva a adoção de atitudes ...