Emanuelle Teixeira

Emanuelle iniciou seus estudos de dança do ventre em 2011. Contudo, a paixão pela dança do ventre começou muitos anos antes, quando ainda era criança. Sua mãe a levava para assistir apresentações de dança do ventre, e dizia que quando fosse maior poderia praticar. Anos depois, quando quis começar a praticar, sua obesidade foi uma barreira, pois na época isso ainda era visto como um empecilho.
Após perder o peso excessivo, iniciou a prática em busca do resgate de sua autoestima feminina. A dança do ventre traz grandes benefícios físicos e psicológicos, tanto para mulheres que sofrem de perda da autoestima após obesidade, quanto durante e após tratamento de câncer e depressão.
A dança do ventre desperta o corpo, a feminilidade, e a força da mulher.
Segundo Emanuelle, hoje em dia a dança do ventre está longe de ser uma dança para mulheres de corpo perfeito e vida tranquila. Executar os famosos movimentos trabalha a autoestima feminina, a flexibilidade corporal e acalma a mente agitada dos dias de hoje.
Após 7 anos de prática, estudos e aperfeiçoamentos, começou a participar de eventos e apresentações como bailarina. Foi então que começou a ser procurada por mulheres de várias idades, que buscavam aprender a dança. A partir desse ponto começou a ministrar aulas de dança do ventre. Hoje, ministra aulas de dança do ventre de forma presencial e online, nos níveis iniciante, básico, intermediário e avançado. As aulas Presenciais acontecem no Emanuelle Teixeira Studio de Danças e no Clube Coronel Barbosa.
Para ela, a dança do ventre é uma expressão poética do corpo cheia de gestos e significados. É uma celebração a feminilidade.

Domingo, 10 de Outubro de 2021

Veja Também

Festa das Nações será retomada hoje com retirada de pratos típicos nas entidades

A edição 2021 da Festa das Nações de Nova Odessa será realizada neste sábado (16) ...