Polícia Civil prende homem por receptação de cabos de energia

O filho do proprietário do comércio de sucatas assumiu a responsabilidade dos materiais e foi preso em flagrante; em Campinas outro suspeito no esquema foi detido

Um rapaz de 25 anos, filho do proprietário de um depósito de sucatas, no Matão, em Sumaré, foi preso durante operação realizada na quinta- -feira (07), pelos policiais civis da Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais). O suspeito confirmou sua participação na compra de cabos de energia furtados ou roubados de residências e comércios na região. Em Campinas, outro suspeito de envolvimento no esquema também foi detido. Eles responderão por receptação.
Os policiais da 1ª DIG (Delegacia de Investigações Gerais) da Deic de Campinas, deram sequência nas investigações no combate a furtos e roubos de fios e cabos residenciais e comerciais que está incomodando a população, uma vez que dão um enorme prejuízo aos que necessitam de energia.
Eles prenderam dois responsáveis de duas empresas de sucatas que comercializam cabos e equipamentos irregulares por receptação qualificada em Campinas e Sumaré.
Em diligências da 1ª DIG (Delegacia de Investigações Gerais), os policiais localizaram no estabelecimento em Campinas, em um cômodo de um depósito de sucatas, diversas caixas com fios de cobres já descascados, para descaracterizar o objeto e dificultar a identificação de propriedade.
Em vistoria ao local, os policiais ainda encontraram mais equipamentos de uma empresa de telefonia, que estavam sendo desviados da empresa. Representantes da operadora de tevê a cabo e de telefonia estiveram no local e confirmaram que os aparelhos eram de propriedade da empresa e que não deveriam estar sendo armazenados naquele local, uma vez que são equipamentos exclusivos de uso da empresa e não podem ser comercializados.
O proprietário do local, um homem de 28 anos, foi preso em flagrante e não soube justificar os materiais ali encontrados.
Na segunda ação, no depósito de sucatas em Sumaré, foram localizados cabos diversos, entre eles de uma operadora de celular. Representantes da empresa também estiveram no local e reconheceram os materiais. O filho do proprietário assumiu a responsabilidade e foi preso em flagrante.
Nas duas operações foram apreendidos aproximadamente meia tonelada de fios de cobre, além de equipamentos de duas operadoras. Os suspeitos foram conduzidos à sede da delegacia especializada, onde foram autuados em flagrante pela acusação de receptação qualificada e encaminhados à cadeia do 2º Distrito Policial de Campinas.
Em operações nos meses anteriores, policiais da 1ª DIG apreenderam meia tonelada de fios da CPFL, que eram desviados por funcionários da empresa, duas toneladas de equipamentos de torres de transmissão de sinais de uma empresa de telefonia. As operações também recuperaram tubos de hidrantes da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) que eram furtados de prédios federais, de salas administrativa, de aulas e de hospitais daquela instituição.

Sexta-feira, 8 de Outubro de 2021

Veja Também

Trio acusado de aplicar golpes em caixa eletrônico é preso pela GCM

Câmera de monitoramento inteligente de Sumaré auxiliou na prisão de suspeitos de quadrilha de estelionato ...