Hortolândia é cenário de filme sobre isolamento social na pandemia

Contemplado pela Lei Aldir Blanc, curta de ficção científica estreia nesta sexta, em canal da Secretaria de Cultura

Hortolândia é o cenário de um curta-metragem de ficção científica que aborda o isolamento social provocado pela pandemia. O filme, intitulado “Temporário”, estreia nesta sexta-feira (30), às 20h, no canal do YouTube da Secretaria de Cultura (https://www.youtube.com/watch?v=5QxuAPQ27FA). No mesmo dia, às 20h15, haverá um bate-papo ao vivo com o diretor do filme, Rafael Ghiraldelli, o elenco e a equipe técnica. O bate-papo também será transmitido no canal do YouTube da secretaria.
O curta é um dos projetos contemplados com recursos da lei federal Aldir Blanc, que oferece subsídio para artistas, grupos, empresas e profissionais dos setores artístico-culturais do município afetados pela pandemia do coronavírus, e que tem o apoio da Prefeitura de Hortolândia.
O filme conta a história de uma viajante do tempo, chamada Crononauta, que vem parar no Brasil no atual momento de pandemia e não consegue voltar para sua época no futuro. Para se proteger de uma forte chuva, ela se abriga em uma casa abandonada. Isolada no local, a viajante percebe que o momento presente em que está presa é o ponto de partida para problemas ambientais, políticos e sociais que ela presenciará no futuro. Ao encontrar um homem em situação de rua que vive na casa abandonada, a viajante decide impedir que o futuro apocalíptico se torne realidade. O filme tem classificação indicativa de 12 anos.
De acordo com o diretor do filme, Rafael Ghiraldelli, a partir do contexto de ficção científica, o curta-metragem traça um paralelo com a situação do isolamento social provocado pela pandemia. Outro aspecto destacado pelo diretor é o título do filme que faz um jogo de palavra com o fato da personagem do futuro viajar no tempo e o caráter temporário da pandemia. “A situação de isolamento vivida pela protagonista é representativa do que muitas pessoas passaram em decorrência do distanciamento social na pandemia. Muitas dessas pessoas se viram obrigadas a passar o isolamento sob pressões psicológicas diversas, mas não deixaram de alimentar um quê de esperança por dias melhores. Afinal, tudo passa. Tudo é temporário. Mas não é por isso que devemos nos manter passivos perante os tristes fatos do mundo contemporâneo”, destaca o diretor. “Temporário” é o sétimo curta-metragem da carreira de Ghiraldelli, que é graduado em Artes Visuais. Ele também é responsável pelo roteiro do filme. A produção foi feita em parceria com a produtora cultural Hocus Pocus.

FICHA TÉCNICA DO CURTA-METRAGEM
Direção e roteiro:
Rafael Ghiraldelli
Elenco: Janaína Batista (Crononauta) e Eduardo Leoncio (morador em situação de rua)
Produção executiva: Daniel Resende
Gerenciamento de projeto: Gleice Severo
Direção de fotografia, montagem e finalização: Marcos Carvalho
Direção de arte, figurino e cenários: Milena Carlström
Assistência de direção: Jean Goes
Assistência de câmera: Cintia Rocha Som direto (microfonista): Gabriel Oliveira
Sound design e mixagem de som: Daniel Dias
Tradução: Juliane Ivanow
Legendas: Gustavo Cruz
Design gráfico e making-of: Matheus “Mathy” Sousa
Vozes (off): Daniel Dias, Daniel Resende, Gleice Severo e Rafael Ghiraldelli
Locação: Danç’Art Escola de Dança
Locadora de equipamentos: Duplic
Crédito das fotos: Matheus “Mathy” Sousa

Sexta-feira, 30 de Julho de 2021

Veja Também

Sumaré oferece 1 mil exames neste sábado no Dia D da Saúde da Mulher

Atividades serão realizadas nas unidades básicas de saúde das 8h às 16h; na UBS Cruzeiro ...