BRK lança site para incentivar consumo consciente de água

Ao completar 153 anos, Sumaré conquista avanços em saneamento básico e enfrenta a estiagem com campanha de conscientização

Desde fevereiro, os volumes de chuvas registrados em Sumaré estão abaixo do esperado para o ano. Com o objetivo de incentivar a população à prática do consumo consciente de água, a BRK Ambiental, responsável pelos serviços de água e esgoto na cidade, reforça a campanha “Jogando junto pela água” com uma página exclusiva na internet. A iniciativa marca o aniversário de 153 anos do município, celebrado nesta segunda-feira (26).
O site (https://jogandojuntopelaagua.com.br) reúne informações que a concessionária normalmente já divulga para a mídia local sobre as condições dos mananciais que abastecem a cidade, além de dados sobre os índices de chuvas. Nesta página, a população de Sumaré também pode acompanhar as principais obras e ações preventivas da concessionária para o enfrentamento do período mais seco do ano, além de encontrar dicas sobre como tornar seu consumo de água mais eficiente.
A campanha de conscientização está com divulgações em redes sociais e, desde o início de julho, foi ampliada com a distribuição de folhetos informativos sobre o tema. Até o final deste mês, todos os imóveis de Sumaré receberão o material com dicas importantes sobre como evitar desperdícios de água durante esse período mais crítico da estiagem.
“O objetivo da concessionária é fazer com que a população participe ativamente da campanha, tendo assim atitudes conscientes com relação ao uso da água. Com essa ação, buscamos levar esclarecimento e conscientização aos moradores e esperamos contar com o apoio de todos com mudanças de hábitos necessárias e de forma prioritária a partir deste mês em que, de fato, a estiagem tende a se agravar”, explicou a gerente de operações da BRK Ambiental em Sumaré, Rafaella Lange.
A captação de água do município é feita por quatro mananciais, sendo o rio Atibaia o responsável pelo abastecimento de 70% da cidade. Atualmente, esse principal manancial está com o nível em 1,60m, o mínimo necessário para captação é 1,20m. Para os 30% restantes da cidade, o abastecimento ocorre pelos mananciais Horto I, Horto II e Marcelo. As represas do Horto I e Horto II operam com 74% e 71% de suas capacidades, respectivamente. Já a represa do Marcelo está com 66% de sua capacidade, quando normalmente nesse período do ano deveria estar em 69%. Todas as represas de Sumaré estão em estado de atenção.
Para garantir o abastecimento regular à população, a BRK Ambiental adota diversas medidas estabelecidas num Plano de Contingência.

Redução e combate a perdas ampliam disponibilidade de água no município
Desde o início da concessão, 6,3 bilhões de litros de água deixaram de ser captados dos mananciais em função das ações de combate às perdas de água na distribuição de Sumaré. Essenciais para a eficiência operacional do saneamento básico da cidade, estas ações estão entre as principais medidas preventivas do plano de contingência. Entre as iniciativas já adotadas estão a localização e reparo de vazamentos não visíveis, substituição de 2.960 ligações de água e de 14 quilômetros de redes, continuidade do trabalho de hasteamento para identificação de possíveis vazamentos, instalação de macromedidores, de 20 descargas preventivas hidrometradas e hidrantes hidrometrados, criação de novos setores de abastecimento e instalação de válvulas reguladoras de pressão. O combate às perdas tem por objetivo oferecer maior disponibilidade de água para a população, diminuindo o impacto ambiental na captação e prestando um serviço de qualidade para a cidade.
Todas as medidas já adotadas pela BRK Ambiental têm sido fundamentais para a regularidade e manutenção da qualidade do abastecimento de água neste ano atipicamente mais seco. São avanços expressivos em saneamento que já colocaram a cidade entre os municípios brasileiros com os melhores resultados em saneamento básico. Sumaré ocupa atualmente a 50ª posição do Ranking do Saneamento Básico, divulgado pelo Instituto Trata Brasil; além de ter avançado 17 posições no Ranking da Universalização do Saneamento, divulgado no mês passado pela Abes (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental.
“Temos orgulho dos avanços já conquistados para Sumaré e seguimos investindo para transformar a vida das pessoas pelo saneamento. Sabemos que a atual estiagem é um grande desafio e estamos trabalhando e convidando a população a participar, conosco, desse grande time contra os desperdícios de água. Jogando juntos, vamos enfrentar esse período”, destacou a gerente.

MEDIDAS PARA OTIMIZAÇÃO DO SISTEMA E MELHORIA NA QUALIDADE

CAPTAÇÃO DO RIO ATIBAIA

Visando modernizar o processo da captação, foram instaladas sondas analíticas na captação de água bruta do Rio Atibaia, responsável por enviar água para a ETA II. Com investimento de R$ 97 mil, as sondas analíticas, monitoram 24h por dia a qualidade da água no canal de entrada da captação. Os parâmetros acompanhados são pH, condutividade, oxigênio dissolvido e turbidez e são monitorados pelo operador da unidade para adotar medidas, caso seja identificada alguma alteração na qualidade da água captada no manancial.

FILTRAGEM DA ETA I

Na ETA I, estação de tratamento de água na Vila Menuzzo, responsável pelo abastecimento de 30% da população, foi instalado um novo sistema de filtragem. Com investimento de R$ 650 mil, o novo filtro modular é conectado ao decantador da ETA e funciona como uma unidade adicional. Com capacidade de vazão de 40 litros por segundo, ele beneficia diretamente os mais de 80 mil moradores abastecidos pelo sistema I, que abrange as regiões central, do Picerno e Carlota.

TROCA DE REDES
No Jardim Dall’Orto o plano de substituição de redes contempla a troca de seis quilômetros de tubulações, com diâmetros de 50mm e 150mm. O objetivo é renovar e melhorar todo o sistema de distribuição de água do bairro. A obra já tem avanço de 78% e 4,3 quilômetros de redes de água já foram trocadas. A previsão é que, até o final do ano, 1,2 quilômetro de redes de água do bairro ainda seja trocado e modernizado. Para este ano, também está prevista a troca de 14 quilômetros de redes no Jardim Maria Antonia, na Avenida Amizade e no Centro. Além disso, mais 2,1 quilômetros de redes novas foram instalados em diversas regiões da cidade.

MODERNIZAÇÃO
Concluída em 2020, a ampliação e modernização da captação contou com a instalação de novos equipamentos e obras estruturais de melhorias que já permitiram o aumento da capacidade de captação de água de 600 l/s para 750 l/s, um incremento de 150 l/s. Além disso, a ETA II, estação de tratamento de água no Parque Itália, passa por obras de ampliação e modernização que já tem avanço de 86%. Com as fases já concluídas, também foi possível aumentar a produção de água beneficiando assim, 70% da população.

Domingo, 25 de Julho de 2021

Veja Também

Hortolândia castra 600 animais na primeira etapa da campanha de controle populacional

A Prefeitura de Hortolândia realizou a campanha de castração de cães e gatos, nesta semana. ...