Unidos do Virgílio Basso, 30 anos de história

A ideia inicial era ter um grupo de amigos, no qual pudessem se reunir aos fins de semana para jogar futebol e curtir uma resenha. Um dos principais objetivos do grupo é juntar-se e garantir boas risadas e diversão, além de praticar o esporte mais popular do planeta.
Com o passar do tempo a brincadeira de apenas jogar futebol por diversão foi ficando pra trás, Messias “Jabuti”, Laércio (In memória), Bil, Célio Dias e Daniel “Bigode” decidiram que o grupo precisava de algo mais, um desafio, foi aí que surgiu a ideia de formar um time de futebol propriamente dito. E no dia 20 de janeiro de 1991 nascia o Unidos do Virgílio Basso.
Grupo sempre unido e dedicado ao futebol, dessa fidelidade surgiu o nome do clube, Unidos, pelo fato do grupo ser realmente unido e Virgílio Basso por ser o bairro aonde o time foi criado. As cores do clube ao longo dos anos tiveram inúmeras tonalidades, hoje o azul e branco prevalece como as cores oficiais do clube.
Três décadas de fundação, ao longo destes anos muitos atletas se destacaram no futebol amador sumareense vestindo a camisa do Unidos do Virgílio Basso, entre eles podemos citar Laércio centroavante, Maurício atacante, Marcão Mezenga, Luciano zagueiro, Edvaldo médio-volante, Dirceu zagueiro, Japão atacante e Naninha centroavante. Têm muitos outros que poderíamos citar que estão eternizados na história do clube.
O Unidos do Virgílio Basso se orgulha de muitas pessoas que passaram pelo clube e contribuíram para história do futebol sumareense e se tornaram celebridade no cenário nacional. Wagner Santos de Souza Dias, mais conhecido como Waguinho Dias, passou pelo clube, hoje é um técnico campeão brasileiro, que conquistou o título do Campeonato Brasileiro de Futebol da Série D em 2019 pelo Brusque de Santa Catarina. Douglas Japonês (Guarani), Robson (Coritiba/PR), Mayco Félix (Santa Cruz/PE) são jogadores que passaram pelo clube e estão atuando no futebol profissional.
São 30 anos de futebol com muitas conquistas, entre as principais estão os dois títulos de campeão da Primeira Divisão de Sumaré, 1998 e 2018, os dois acessos com título de campeão em 1997 e 2014 (2ª Divisão), o bi-campeonato da categoria veteranos 1999/2000, juniores em 1998, entre outros que fazem parte da galeria de troféus do Unidos do Virgílio Basso.
O Unidos do Virgílio Basso sempre foi um time de amigos e se orgulha disso, sua torcida é formada pelos amigos que sempre estão juntos com o clube nos jogos. “Não temos uma torcida organizada, temos muitos simpatizantes que acompanham e nos ajudam nas vendas dos produtos oficiais e nos eventos para arrecadar fundos para a sustentabilidade do clube ao longo do ano”, explica um dos diretores do clube.

Sábado, 24 de Julho de 2021

Veja Também

Victoria, 26 anos, personal trainer e digital influencer

Atualmente trabalho com a metodologia Low Pressure Fitness, conhecida como a técnica da barriga negativa. ...