Serralheiro é morto a tiros dentro do próprio carro em Hortolândia

Rubens Alves da Silva, de 47 anos, foi socorrido a um hospital em Campinas, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu

O serralheiro Rubens Alves da Silva, de 47 anos, foi assassinado a tiros, dentro do próprio carro, no Jardim Nova América, em Hortolândia, na noite da segunda-feira (19). O homem chegou a ser socorrido por populares ao Pronto-Atendimento do Jardim Padre Anchieta, em Campinas, mas não resistiu. O caso foi registrado como homicídio no Plantão Policial. No entanto, a polícia ainda não tem pistas sobre o assassino.
Segundo o boletim de ocorrência, o crime ocorreu às 20h12, na Rua Floriano Peixoto. Os policiais militares foram avisados sobre um carro que tinha sido atingido por disparo de arma de fogo. Quando chegaram ao local informado, foram avisados que o motorista já havia sido socorrido por populares à unidade de saúde de Campinas, mas morreu.
Os peritos do IC (Instituto de Criminalística) estiveram no local do crime e apreenderam três munições deflagradas e um celular que pertencia à vítima. A Polícia Civil iniciou as diligências na tentativa de identificar o criminoso, mas ninguém foi preso.

OUTRO CASO
Foi o segundo homicídio registrado na cidade em menos de uma semana. Na última quinta-feira (15), o pintor de automóveis Roland Robert de Araújo, 42 anos, foi executado com 19 tiros, na Rua Pedro Pereira dos Santos, no Jardim Campos Verdes. A vítima residia no mesmo bairro e tinha problemas com consumo de álcool e drogas, de acordo com os familiares. A polícia ainda não tem pistas sobre os responsáveis pelo assassinato.
De acordo com a PM, o crime ocorreu às 19h32. A vítima foi atingida por vários tiros e o suspeito teria fugido com uma motocicleta. Araújo teria passado por tratamento em clínica de recuperação para dependentes químicos, por no mínimo cinco vezes.
Recentemente, ele trabalhava em uma oficina no bairro, mas constantemente se envolvia em provocações junto a pessoas desconhecidas. Policiais civis estiveram no local e iniciaram as primeiras investigações sobre o caso. Os peritos do IC (Instituto de Criminalística) estiveram no local para realizarem o levantamento sobre as circunstâncias do homicídio. Depois, o corpo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico-Legal) para a realização de exame necroscópico para confirmar a causa da morte.
O boletim de ocorrência sobre o caso foi registrado pelo delegado Marco Antonio Braga Rodrigues. O crime está sendo apurado pelo SIG (Setor de Investigações Gerais) da Delegacia de Hortolândia.

Quarta-feira, 21 de Julho de 2021

Veja Também

Polícia Militar estoura desmanche e prende suspeito em Hortolândia

Peças de veículos roubados ou furtados e um revólver calibre 380 foram apreendidos na ação; ...