Hortolândia realiza novo encontro para debater construção de currículo escolar

Profissionais da rede municipal de educação de Hortolândia participaram na tarde de segunda-feira (12) do 8° encontro do “Percurso de Webinários Educação na Rede”, atividade promovida pela prefeitura. O evento, realizado via plataforma Zoom, recebeu a subsecretária de Educação de Guarulhos, professora Fábia Aparecida Costa, que falou sobre “Desafios e Oportunidades na Construção do Currículo: experiência de sucesso no município de Guarulhos”.
A iniciativa da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia é parte integrante do ciclo de palestras online que discute as principais pautas sobre educação na atualidade. Para rever o debate, basta acessar www.youtube.com/secretariadeeducacaocienciaetecnologiahortolandia.
A abertura do encontro online foi feita pelo secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Fernando Moraes, que agradeceu a presença da convidada e dos profissionais da educação presentes. O secretário destacou a importância do evento como espaço de troca de experiências e saberes, essenciais para iniciar a discussão sobre o currículo próprio.
Na sequência, a professora Fábia Aparecida Costa apresentou o tema “Desafios e Oportunidades na Construção do Currículo: experiência de sucesso no município de Guarulhos”. No início da palestra, a convidada falou sobre sua trajetória na rede municipal de educação de Guarulhos e a vivência em sala de aula. Em seguida, compartilhou algumas das principais etapas e ações de Guarulhos para a criação do currículo próprio, documento norteador para as redes de ensino público e privado dos profissionais da educação, destacando todos que contribuíram para a realização.
Falou ainda sobre a importância da preservação dos saberes regionais e da representatividade ao promover um espaço de debate entre profissionais de diferentes áreas da educação, fator que avaliou ser fundamental para a construção do documento no município.
“É possível construir um currículo com a experiência e vivência presentes nas escolas. Esse é o currículo ideal. Um currículo que respeita as diferenças, os tempos e espaços, que respeita a democracia, e que dá condições para que isso realmente aconteça”, destacou Fábia.
“Mais que uma construção ou uma legitimação curricular, o que queremos fazer também nesse momento é revisitar as nossas experiências. Fazer uma revisitação através das 59 unidades da rede escolar de Hortolândia e olhar para cada uma delas com suas grandes experiências desenvolvidas, cada uma com suas especificidades e estações de vivências. Vamos trazer isso para uma reflexão coletiva”, ressaltou Fernando Moraes.

Quarta-feira, 14 de Julho de 2021

Veja Também

Praça da Pista de Skate recebe mais 50 mudas de árvores nativas e frutíferas

Por meio do projeto ‘Replantar’, da Secretaria de Meio Ambiente, a Prefeitura de Sumaré realizou ...