Procon aconselha pesquisa de preços e a preferência pelo comércio local

Órgão destaca praticidade e segurança da compra pela internet, mas dá dicas para evitar aborrecimentos

Os apaixonados já estão em busca de um presente para fazer aquele agrado especial à pessoa amada no Dia dos Namorados, comemorado neste sábado (12). Para evitar que os mimos se tornem motivo de aborrecimento, o Procon (Programa de Defesa e Proteção do Consumidor) de Hortolândia orienta os consumidores a tomar cuidados na compra dos presentes.
Com a pandemia de coronavírus, a diretora do órgão, Ana Paula Portugal Ferreira, ressalta que a compra de produtos pela internet teve crescimento expressivo em função da praticidade e da segurança por não haver contato físico entre consumidor e fornecedor.
Para quem optar pela aquisição online de produtos, Ana Paula orienta fazer pesquisa de preço. “O consumidor pode utilizar ferramentas gratuitas da internet para filtrar os preços do produto a ser adquirido. Outra dica é dar preferência aos fornecedores locais, pois muitos deles fazem atendimento pelo WhatsApp”, destaca Ana Paula.
Outra orientação importante antes de fazer a compra é pesquisar o histórico de empresas por meio de sites sobre reclamações de consumidores para verificar os antecedentes de empresas. Também vale a pena, destaca Ana Paula, consultar o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) de empresas no site da Receita Federal para verificar se o cadastro continua ativo. A consulta pode ser feita por meio do link: https://servicos.receita.fazenda.gov.br/servicos/cnpjreva/cnpjreva_ solicitacao.asp
Ao realizar a compra de um produto pela internet, a recomendação é atentar ao prazo de entrega e valor do frete. “Tire prints das telas que mostrem a oferta do produto, o prazo de entrega e o preço do frete. Esses documentos são fundamentais para uma futura reclamação e garante ao consumidor que o fornecedor cumpra com o que foi ofertado”, salienta Ana Paula.
Caso os namorados deixem para a última hora fazer a compra de presentes em estabelecimentos comerciais da cidade, é importante também manter os protocolos sanitários para evitar aglomeração e conter a disseminação do vírus. “O consumidor deve se atentar para a qualidade e a descrição dos produtos, pois nessa modalidade de compras não está prevista a opção de desistência no prazo de sete dias, conforme acontece em caso de compras feitas pela internet. Se o vendedor ofertar a troca na loja, o consumidor deve pedir isso por escrito para fazer valer o direito que lhe foi dado”, ressalta Ana Paula.
Para mais informações e orientações, o consumidor pode entrar em contato com o Procon pelos telefones (19) 3965-1400, ramais 7034 e 7035, ou (19) 3819-1024, pelo WhatsApp nos números (19) 99635-4208 e (19) 99979-5162, ou ainda pelo e-mail: procon@hortolandia.sp.gov.br. Em função da pandemia de Covid-19, o Procon realiza atendimento presencial em horário reduzido, das 9h às 15h, de segunda a sexta-feira. O órgão fica dentro do HortoFácil, na Rua Argolino de Moraes, 405, Vila São Francisco.

Quarta-feira, 9 de Junho de 2021

Veja Também

Medidas protetivas contra violência doméstica crescem 65,4% na região

De acordo com o Tribunal de Justiça, foram 379 pedidos entre janeiro e maio de ...