Turismo Paulista: Cananéia hoje

Inúmeros casarios históricos se apresentam num conjunto belíssimo.
São edificações baixas, ao rés do chão, umas encostadas às outras, todas com beirais.
As paredes das residências eram construídas com pedras e argamassa composta de areia, cal de ostras e óleo de baleias.
As casinhas enfileiradas com vista para o seu pequeno porto é objeto das fotografias de todo turista.
Os Guias de Turismo locais são excelentes e o melhor de tudo é primeiro conhecer a cidade no seu trenzinho turístico, para só depois explorar os segredos de Cananéia da forma que melhor lhe prover.
Agende o seu passeio até Cananéia após a pandemia.

A ECOLÓGICA CANANÉIA
Situada no extremo Sul do nosso litoral paulista, a Cidade de Cananéia além de outros predicados também é um dos melhores roteiros ecológicos do mundo.
Por isso Cananéia foi reconhecida por respeitáveis revistas internacionais e, também, passou a ser uma cidade tombada pela Unesco como Patrimônio Natural da Humanidade.
Ali está um dos maiores berçários de vida marinha do planeta, bem como uma intocada Mata Atlântica.
Cananéia está no Centro de um corredor biológico que começa na foz do Rio Ribeira em Iguape (SP) e vai até a baia de Paranaguá (PR).
A região “lagunar-estuária” de Cananéia também é conhecida como Lagamar, uma fantástica coleção das águas de muitos rios, baias e lagoas com o mar.
Compreendem, num só lugar, quatro ecossistemas: mangues, dunas, restingas e a Mata Atlântica.

Tranquilidade em Cananéia

O PRIMEIRO POVOADO
Cananéia tem em seu brasão o enunciado “Primeiro Povoado do Brasil”, por ser o povoado mais antigo.
Em Cananéia encontram-se sambaquis de até seis mil anos, inúmeros sítios arqueológicos, bem como ruínas do período colonial.
A história nos dá conta da chegada de Américo Vespúcio em 24 de janeiro de 1502.
Aquela expedição visava demarcar novas terras e ali deixou um português, Cosme Fernandes, que se tornou poderoso, mas sem respeitar a coroa portuguesa.
Talvez por isso Portugal enviasse nova expedição em 1531, sob o comando de Martim Afonso de Souza, o qual acabou por fundar oficialmente, em 22 de janeiro de 1532, o que chamaram de a primeira cidade do Brasil.

A harmonia do passado, no presente

 ALVÍSSARAS! ALELUIA!
Realmente, este é o caso de dizermos ‘Alvíssaras’!
Afinal de contas, o governador João Dória Jr. tirou da “cartola” a bagatela de R$ 360.000,00 para cada um dos 140 Municípios de Interesse Turístico, mais conhecidos como “MIT”.
Esse total de R$ 50,4 milhões de reais chega em boa hora para aqueles municípios poderem tocar as obras de infraestrutura e outras obras de melhorias para receber os turistas em suas cidades.
Os Conselhos Municipais de Turismo têm a responsabilidade de aprovar a destinação certa daquelas verbas do Estado, bem como de fiscalizar a sua correta aplicação em item do turismo local.
Em nossos 51 anos e 4 meses de constante atuação em nosso Conselho Estadual de Turismo, não lembramos de qualquer ato parecido feito por governadores anteriores.
O Turismo de São Paulo parabeniza o governador do Estado, Sr. João Dória Júnior por esse ato de muita grandeza com o Turismo, mesmo durante o período em que ele se dedica ao combate à pandemia.

Palácio dos Bandeirantes (SP)

Quarta-feira, 9 de Junho de 2021

Veja Também

Prefeitos da região participarão de evento sobre transformação digital

Du Cazellato, de Paulínia, e Gustavo Reis, de Jaguariúna, estão entre os convidados do webinar ...