IR 2021: 58,8 mil contribuintes ainda não entregaram declaração na região

Balanço divulgado nesta sexta pela Receita Federal aponta que 93.925 pessoas haviam enviado documentos até quinta-feira

Pelo menos 58,8 mil contribuintes de Hortolândia, Monte Mor, Nova Odessa, Paulínia e Sumaré ainda não haviam enviado a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2021 até a última quinta-feira (29), conforme o último balanço divulgado na sexta (30) pela Receita Federal. O número corresponde a 39% das 152,7 mil declarações esperadas pelo Fisco este ano. O prazo para transmissão dos dados vence no próximo dia 31.
Em números absolutos, Sumaré e Hortolândia – que detêm os maiores números de declarantes – lideram em contribuintes que ainda não acertaram as contas com o Leão: são 21,1 mil e 15 mil declarações ainda não entregues, respectivamente. No entanto, na análise proporcional, Hortolândia é a cidade que mais entregou, com 26.909 documentos transmitidos (64,2% dos moradores aptos a declarar) dos 41.883 previstos; seguida por Monte Mor, com 61% das declarações enviadas; Sumaré, 61,4%; Nova Odessa, 61%; e Paulínia, 56,2%.
Nas cinco cidades, foram 93.925 declarações transmitidas, o equivalente a 61% do total esperado pela Receita Federal até o fim do prazo.

QUEM DEVE DECLARAR:
• Contribuintes que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 em 2020 (valor é o mesmo da declaração do ano passado);
• Receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil em 2020;
• Cidadão que obteve, em qualquer mês de 2020, ganho na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
• Quem teve, em 2020, receita bruta em valor maior que R$ 142.798,50 em atividade rural;
• Contribuinte que tinha, até 31 de dezembro de 2020, posse ou propriedade de bens ou direitos de valor total superior a R$ 300 mil;
• Quem passou para a condição de residente no Brasil em qualquer mês e se encontrava nessa condição até 31 de dezembro de 2020;
• Pessoa que optou pela isenção do imposto incidente em valor obtido na venda de imóveis residenciais cujo produto da venda seja aplicado na aquisição de imóveis residenciais localizados no país, no prazo de 180 dias, contado da celebração do contrato de venda;
• Pessoas que receberam auxílio emergencial no ano passado e, além das parcelas, tiverem recebido R$ 22.847,76 ou mais em outros rendimentos tributáveis.
O programa para o preenchimento da declaração está disponível para download desde o dia 25 de fevereiro, na página da Receita Federal na internet (https://www.receita.fazenda.gov.br).

RESTITUIÇÕES
A exemplo do que fez em 2020, a Receita Federal reduziu de sete para cinco o número de lotes de restituição do Imposto de Renda 2021. Apesar da prorrogação do prazo de entrega de 30 de abril para 31 de maio, o primeiro lote foi mantido e será pago no último dia permitido para declaração.

CRONOGRAMA DE PAGAMENTOS
1º lote: 31 de maio
2º lote: 30 de junho
3º lote: 30 de julho
4º lote: 31 de agosto
5º lote: 30 de setembro

Domingo, 2 de Maio de 2021

Veja Também

Vereador cobra construção de ETE que deveria ter sido entregue em março

Requerimento de Tião Corrêa se refere à estação Tijuco Preto; BRK Ambiental informou que aguarda ...