SAP informa que 1.035 agentes receberam dose de imunizante na região

Servidores da SAP (Secretaria Estadual da Administração Penitenciária) estão sendo vacinados nos 178 presídios do Estado de São Paulo. Serão imunizados mais de 30 mil profissionais pelas equipes de saúde que atuam nas próprias unidades. A vacinação termina na segunda-feira (12). De acordo com a Coordenadoria das Unidades Prisionais da Região Central, órgão subordinado à SAP, até o momento, aproximadamente quatro mil servidores dos 39 estabelecimentos penais foram vacinados. Destes, 1.035 pertencem às unidades prisionais do Complexo Penitenciário Campinas-Hortolândia, Sumaré e Piracicaba. Nessa primeira etapa, a imunização vai contemplar os profissionais que estão na linha de frente de atuação.
A pasta enfatizou que a iniciativa contribui para reduzir o número de pessoas nos postos públicos de saúde, evitando aglomerações, além de reduzir custos e otimizando recursos.
O governador João Doria (PSDB) acompanhou, na última segunda (5), na Academia da Polícia Militar do Barro Branco, o início da vacinação dos profissionais das forças de segurança de todo o Estado contra o coronavírus.
“Começam a ser vacinados 180 mil profissionais de segurança em todo o Estado de São Paulo. São profissionais da ativa das polícias Civil, Militar e Técnico-Científica, Corpo de Bombeiros, agentes penitenciários, guardas civis metropolitanos, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e da Fundação Casa. Em dez dias, praticamente todos desta população dos profissionais de segurança estarão vacinados”, disse Doria.
A campanha ocorre com uma grande operação logística montada para a distribuição de cerca de 180 mil doses de vacina, que foram disponibilizadas aos agentes em mais de 80 unidades da Polícia Militar no Estado. O objetivo da medida é evitar aglomerações nos postos públicos de saúde, onde prossegue a campanha de vacinação para o restante da população.
A vacinação é exclusiva aos profissionais da ativa das instituições, com exceção daqueles que não atendem aos critérios médicos estabelecidos pelas autoridades de saúde, como gestantes, lactantes, ter tido a Covid-19 há 30 dias ou menos. Para receber a imunização, os profissionais podem fazer um cadastro prévio pelo site https://vacinaja.sp.gov.br. O registro, porém, não é obrigatório.

PREVENÇÃO E CUIDADOS
Desde o início da pandemia, a SSP (Secretaria Estadual da Segurança Pública) ressaltou que todas as medidas necessárias e recomendadas pelas autoridades de saúde para garantir a proteção dos agentes contra a Covid-19. Mais de R$ 27 milhões foram investidos na aquisição e distribuição de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), como máscaras, luvas, aventais descartáveis, álcool gel, ‘face shield’ para os servidores e agentes de segurança, além da higienização dos ambientes de trabalho, viaturas e laboratórios. Todo policial com suspeita ou diagnóstico da doença foi ou está devidamente afastado, conforme orientações médicas.

Sábado, 10 de Abril de 2021

Veja Também

Willian questiona atraso no repasse de recursos para ONGs de Sumaré

O presidente da Câmara de Sumaré, Willian Souza (PT), cobrou informações sobre o atraso no ...