Sumaré é 8ª em Saúde entre as 100 melhores cidades para se viver no país

Sumaré foi a primeira cidade da região a se preparar para o enfrentamento da Covid-19. Desde o início da pandemia em 2020, as equipes de saúde já montavam um Plano de Contingência, supervisionado pelo Comitê Municipal de Proteção e Enfrentamento ao Coronavírus, incluindo ações de conscientização, capacitação dos colaboradores, remodelagem do atendimento das unidades de saúde e ampliação de leitos municipais, com a criação de uma Unidade Respiratória na UPA Macarenko.
Mesmo com a atenção voltada ao combate da pandemia, Sumaré tem recebido grandes investimentos da Administração Municipal e o setor de Saúde avança com qualidade e queda na taxa de mortalidade infantil. O município conquistou a 8ª posição em Saúde no ranking entre as 100 melhores cidades para se viver no país. O dado consta do levantamento IDGM (Índice dos Desafios da Gestão Municipal) 2021 da consultoria Macroplan divulgado pela revista Exame, que cita ainda outras três áreas (Educação, Segurança e Saneamento). Um motivo para comemorar, pois tem sido um ano de desafios, em que a solidariedade e a importância dos cuidados com a saúde nunca foram tão presentes e essenciais no dia a dia.
“Nem as dificuldades financeiras impostas aos municípios brasileiros por causa da pandemia do coronavírus, com queda na arrecadação, nos impediu de honrar e manter o compromisso de investir em todas as áreas, principalmente na Saúde, agregando excelência aos serviços ofertados à população”, comemorou o prefeito Luiz Dalben.
O trabalho e a dedicação de uma gestão séria e sólida têm rendido bons frutos. São 15 unidades de saúde, incluindo a UPA do Matão e centros especializados. Os avanços continuam com reformas das UFSs Picerno e Santa Clara. As obras da UPA Denadai, a terceira da cidade, seguem em ritmo acelerado! Em funcionamento, a unidade vai oferecer serviço de urgência e emergência de forma mais ágil. A expectativa é atender aproximadamente 12 mil usuários por mês.
A BEM (Base de Excelência da Mulher) completou dois anos de funcionamento em novembro. Ao longo desse período, mais de cinco mil mulheres passaram por atendimento médico e ambulatorial especializado e exclusivo, contribuindo para a prevenção de doenças, qualidade de vida e saúde. O espaço – idealizado pelo Fundo Social de Solidariedade, em parceria com a Secretaria de Saúde e São Leopoldo Mandic – está localizado ao lado do Ambulatório de Especialidades, na região central. Poucos meses após a inauguração, a BEM foi ampliada e recebeu mais cinco salas, além de ultrassonografia, aumentando o atendimento mensal.
Pensando na ala masculina, novamente Sumaré é pioneira na região e a Secretaria de Saúde, em parceria com o Fundo Social, implantou a Base de Excelência do Homem. O espaço projetado no Ambulatório de Especialidades visa à prevenção e ampliação da assistência aos homens, proporcionando privacidade, conforto e acompanhamento diferenciado para os pacientes.
A prefeitura revitalizou a USF Bandeirantes. Após mais de dez anos sem melhorias, a unidade foi totalmente reformada para oferecer um atendimento de mais qualidade aos cerca de 20 mil pacientes referenciados. O local recebeu ainda o “Cantinho da Amamentação” – um espaço estratégico para que as mães possam amamentar de forma privativa e confortável enquanto aguardam o atendimento médico.
Também foram reformadas as alas de Fisioterapia, Cardiologia e Fonoaudiologia do Ambulatório de Especialidades, que receberam revitalização completa, ambientes climatizados, novos equipamentos e materiais.
Com a reestruturação, foi possível otimizar o tratamento e ampliar o atendimento, inclusive para pacientes com sequelas da Covid-19.
A saúde recebeu novos equipamentos e mobiliários. As ações contra a dengue foram intensificadas, com um cronograma de atividades de combate à doença em todo o Município, com visita casa a casa, verificação dos quintais, aplicação de larvicida (quando necessário), retirada dos criadouros e nebulização. “Saúde sempre foi nossa prioridade, mesmo diante aos novos desafios que exigiram um plano de ações forte e eficiente. Temos investido na capacitação dos colaboradores, em melhorias estruturais, administrativas e de atendimento”, disse o Chefe do Executivo sumareense.

Domingo, 4 de Abril de 2021

Veja Também

Mortes por Covid-19: Hortolândia volta aos dois dígitos após 12 dias

Depois de quase duas semanas com registro de mortes por Covid-19 abaixo dos dois dígitos, ...