Receita Federal espera mais de 152,7 mil declarações do IR 2021 na região

Sumaré é a cidade da região com o maior número de pessoas aptas a prestar contas ao Leão, com 54,8 mil contribuintes

A Receita Federal espera receber 152,7 mil declarações do Imposto de Renda Pessoa Física este ano, nos municípios de Hortolândia, Sumaré, Nova Odessa, Paulínia e Monte Mor. O prazo para envio dos formulários teve início nesta segunda-feira (1º) e se estende até o dia 30 de abril. De acordo com o órgão federal, as restituições, para quem tiver valores a receber, serão realizadas em cinco lotes, a partir de 31 de maio.
Na região, a cidade com o maior número de declarantes é Sumaré, com 54.828 contribuintes. Em seguida, vem Hortolândia, 41.883; Paulínia, 32.889; Nova Odessa, 14.223; e Monte Mor, com 8.899 pessoas aptas a entregar a declaração.
Segundo a Receita, “a previsão de entrega de declarações em 2021 é semelhante à entrega realizada em 2020, com possibilidade de variação de 2% para mais ou 2% para menos. Em todo o Brasil, conforme projeção do órgão, são esperadas cerca de 32 milhões de declarações no prazo. Na região de Campinas, o número ultrapassa as 830 mil declarações e, no Estado de São Paulo, a estimativa é de 10,3 milhões de formulários.

QUEM DEVE DECLARAR
• Contribuintes que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 em 2020 (valor é o mesmo da declaração do ano passado);
• Receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil em 2020;
• Cidadão que obteve, em qualquer mês de 2020, ganho na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
• Quem teve, em 2020, receita bruta em valor maior que R$ 142.798,50 em atividade rural;
• Contribuinte que tinha, até 31 de dezembro de 2020, posse ou propriedade de bens ou direitos de valor total superior a R$ 300 mil;
• Quem passou para a condição de residente no Brasil em qualquer mês e se encontrava nessa condição até 31 de dezembro de 2020;
• Pessoa que optou pela isenção do imposto incidente em valor obtido na venda de imóveis residenciais cujo produto da venda seja aplicado na aquisição de imóveis residenciais localizados no país, no prazo de 180 dias, contado da celebração do contrato de venda;
• Pessoas que receberam auxílio emergencial no ano passado e, além das parcelas, tiverem recebido R$ 22.847,76 ou mais em outros rendimentos tributáveis.
O programa para o preenchimento da declaração está disponível para download desde a última quinta-feira (25), na página da Receita Federal na internet. Assim como no ano passado, as restituições serão pagas em cinco lotes.
Os reembolsos serão distribuídos nas seguintes datas: 31 de maio (primeiro lote), 30 de junho (segundo lote), 30 de julho (terceiro lote), 31 de agosto (quarto lote) e 30 de setembro (quinto lote).

Terça-feira, 2 de Março de 2021

Veja Também

Sumaré arrecada 8,5 toneladas de alimentos na 3ª ‘Conexão Solidária’

Monte Mor, Hortolândia e Nova Odessa conseguiram arrecadar, respectivamente, 4,9 mil, 2,3 mil e 2,2 ...