Sumaré amplia leitos para pacientes com Covid-19 na UPA Macarenko

Secretaria de Saúde informou que foram criadas 20 novas vagas para tratamento exclusivo de pessoas com o novo coronavírus

A Secretaria de Saúde de Sumaré ampliou a capacidade de atendimento na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Macarenko em 20 leitos. De acordo com a prefeitura, foram criados dez novos leitos nesta segunda-feira (1º) e outros dez no sábado (27). Outra medida adotada foi a transferência da enfermaria para o Pronto Atendimento CIS (Centro Integrado de Saúde) de Nova Veneza, visando o atendimento dos usuários que não estão com o coronavírus.
“A ideia é aumentar a capacidade de internação na UPA Macarenko para os casos confirmados de Covid. Também faremos o deslocamento dos pacientes adultos, internados por outros quadros clínicos, para uma ala existente no CIS. Essa medida visa também a prevenção. Vamos garantir um local adequado de tratamento para esses usuários que buscam pelos serviços de saúde por outros motivos, ou seja, que não estão acometidos de Covid”, explicou o secretário Municipal de Saúde, Rafael Virginelli.
A Administração Municipal já havia ampliado os leitos das UPAs Matão e Macarenko. Todas as outras 22 unidades de saúde da atenção primária estão voltadas para o atendimento do coronavírus, seguindo os critérios do Ministério da Saúde. Além disso, a Secretaria de Saúde disponibiliza seis unidades de referências para tratamento da Covid-19. Os moradores que apresentarem sintomas leves da doença, por exemplo, devem procurar a unidade localizada na sua região: Região Central/Rural (UBS Veccon), Região do Matão (UBS Matão), Região do Picerno (UBS Bordon), Região do Maria Antonia (UBS Florely), Região da Área Cura (UBS Ypiranga) e Região de Nova Veneza (PA-CIS Nova Veneza, segunda entrada).
“Desde o início da pandemia estamos trabalhando para oferecer o melhor atendimento à nossa população, em continuidade ao plano de contingência, adequando o setor conforme as necessidades, com ampliação dos leitos, capacitação das equipes e criação dos espaços de referências. Felizmente, nossos leitos têm sido suficientes para atender todos os casos, porém, queremos estar preparados para uma necessidade”, comentou o prefeito Luiz Dalben.
Sumaré foi a primeira cidade da região a se preparar para o enfrentamento da Covid- 19. As equipes de saúde já montavam um Plano de Contingência, supervisionado pelo Comitê Municipal de Proteção e Enfrentamento ao Coronavírus, incluindo ações de conscientização, capacitação dos colaboradores, remodelagem do atendimento das unidades de saúde e ampliação de leitos municipais, com a criação de uma Unidade Respiratória na UPA Macarenko. Centenas de testes rápidos foram aplicados na população e colaboradores, fazendo a busca ativa de assintomáticos.
Pensando no combate e prevenção da doença, também foi gerada uma triagem diferenciada. Em todas as regiões existe uma unidade para receber exclusivamente os suspeitos da Covid-19 para evitar o contato com usuários que buscam pelos serviços de saúde por outros motivos.
“Seguimos com fé em Deus, muito trabalho e respeito à nossa população. Em nome do Comitê de Proteção e Enfrentamento ao Coronavírus em Sumaré, fazemos um apelo à população, para que siga as medidas de proteção e segurança. Precisamos da união e conscientização de todos neste momento”, concluiu o prefeito Luiz Dalben.

EQUIPAMENTOS
Por intervenção do deputado estadual Dirceu Dalben, a cidade de Sumaré recebeu novos respiradores e recursos para a Rede Municipal de Saúde. “A gestão do prefeito Luiz Dalben vem trabalhando com seriedade para enfrentar esse problema e passar por esta pandemia, cuidando da população com serviço de qualidade e tratamento de excelência. E conta com o apoio do deputado Dirceu Dalben, que tem garantido, via emenda parlamentar, verbas para investimento no setor da saúde, especialmente no enfrentamento ao coronavírus. Inclusive, o deputado conseguiu essa semana a quantia de R$ 508 mil para a construção da UPA Maria Antonia, mais uma contribuição importantíssima para Sumaré, além da luta incessante para ampliar leitos de UTI na RMC”, disse o secretário Virginelli.

Terça-feira, 2 de Março de 2021

Veja Também

Mortes por Covid-19: Hortolândia volta aos dois dígitos após 12 dias

Depois de quase duas semanas com registro de mortes por Covid-19 abaixo dos dois dígitos, ...