Estado cria duas novas salas para ensino noturno

O dirigente regional de Ensino de Americana, Haroldo Ramos Teixeira, esteve na sessão da Câmara de Nova Odessa desta segunda-feira (1º) e falou sobre a abertura de duas novas salas de ensino médio no período noturno em Nova Odessa em fevereiro. No início do mês os vereadores Márcia Rebeschini (PV) e Levi Tosta, o Levi da Farmácia (DEM), estiveram na Diretoria Regional de Ensino para tratar do assunto após receberem reclamações de alunos.
No início do mês, a cidade contava com cinco salas de ensino médio no período noturno, em duas escolas. Segundo o dirigente, naquele momento não havia demanda para novas salas.
No uso da palavra na Câmara na sessão de segunda, Teixeira explicou que, após a reunião com os vereadores, houve aumento na demanda e foram abertas duas novas salas, uma de 2º ano e outra de 3º na Escola Estadual Dr. João Thienne, no Centro. Agora a escola conta com duas salas de 2º e três de 3º ano. Além dessa escola, há ensino médio no período noturna na Escola Estadual Geraldo de Oliveira, no Monte das Oliveiras, com uma sala do 2º e outra do 3º ano. Na Escola Estadual Alexandre Bassora, no Jardim Planalto, é oferecido o EJA (Ensino de Jovens e Adultos). A cidade conta ainda com outras três escolas estaduais. Nas escolas Profª Dorti Zambello Calil, no Jardim Santa Rosa, e Profª Silvania Aparecida Santos, no Santa Luiza, não há ensino noturno porque as escolas são em tempo integral.
Na escola Dr. Joaquim Azenha, no Jardim São Manoel, segundo o dirigente de ensino, não há demanda para ensino noturno.
Teixeira ainda explicou que não há sala do 1º ano do ensino médio por falta de demanda. “Nós não temos alunos que são trabalhadores nessa idade (15 anos)”, explicou. “Se houver demanda, vamos atender”, completou.

Terça-feira, 2 de Março de 2021

Veja Também

Dalben conquista R$ 4,5 mi para compra de ambulâncias em Sumaré e outras 26 cidades

Contribuindo com a estruturação dos sistemas públicos de saúde, o deputado estadual Dirceu Dalben (PL) ...