Municípios da região iniciam semana com 14 mortes e mais 340 infectados

Óbitos foram notificados pelas prefeituras de Hortolândia (5), Sumaré (4), Paulínia (3) e Monte Mor (2)

As cidades da região iniciaram a semana com mais 14 mortes atribuídas ao novo coronavírus. Os óbitos foram notificados entre sábado (27) e segunda- -feira (1º) – primeiro dia do retrocesso à fase laranja – pelas secretarias de Saúde de Hortolândia, Sumaré, Paulínia e Monte Mor. Além dos falecimentos, 340 novos testes positivos de Covid-19 foram contabilizados.
O maior número de mortes foi confirmado nesta segunda, em Hortolândia: em relação ao boletim divulgado na sexta-feira (26), foram cinco novos casos fatais. O município passou de 243 para 248 óbitos desde o início da pandemia, em março. A Secretaria de Saúde de Hortolândia, no entanto, não divulgou detalhes sobre as vítimas. Hortolândia confirmou 23 casos da doença e tem 8.973 infectados.
Outra cidade com vítimas fatais foi Sumaré. O município registrou mais quatro óbitos e agora totaliza 350 vidas abreviadas pelo novo coronavírus. As vítimas são um idoso de 83 anos, falecido no dia 16 de fevereiro no Hospital Regional de Peixoto Azevedo, no Mato Grosso; um homem de 34 anos, sem comorbidades, que morreu no sábado, na UPA Macarenko, em Sumaré; uma mulher de 42 anos, também sem doenças preexistentes, que estava internada na UPA Nova Hortolândia, e morreu no domingo (28); e um mulher de 41 anos, com comorbidades, que recebia cuidados na UPA Macarenko e faleceu na terça-feira (23). Além das mortes, Sumaré recebeu mais 89 testes positivos e chegou a 12.797 contaminados.
O Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus informa que Paulínia confirmou mais três mortes entre sábado e segunda. A primeira delas foi de um homem de 58 anos que tinha doença cardiovascular e morreu na terça, em um hospital particular de Artur Nogueira. Também não resistiram uma idosa de 95 anos, com histórico de doenças cardiovascular e neurológica, falecida na sexta, no Hospital Municipal da cidade; e uma mulher de 53 anos que não tinha comorbidades, mas não resistiu à rápida evolução da doença e morreu no sábado, também no Hospital Municipal. Paulínia soma 7.456 casos da doença, sendo 170 deles notificados entre sábado e segunda-feira. Do total de infectados, 112 morreram.
Outras duas mortes foram confirmadas em Monte Mor: uma mulher de 70 anos, com comorbidade não informada, que faleceu nesta segunda; e um homem de 42 anos, sem comorbidades, que morreu no domingo. O município ainda registrou 51 novos casos e contabiliza 2.482 infectados, incluindo 65 óbitos.
A Prefeitura de Nova Odessa, por meio da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, confirmou o registro de mais sete casos positivos em moradores da cidade e o número total de pacientes positivos subiu para 2.492. Desse total, 85 faleceram.

Vacinação de idosos com mais de 80 anos é intensificada
A vacinação contra a Covid-19 foi retomada na segunda-feira no ginásio do Jardim Santa Rosa, em Nova Odessa, e prossegue nesta terça-feira (2). De acordo com a coordenadora do Departamento de Vigilância Epidemiológica, Paula Mestriner, foram agendados aplicação da vacina em 60 idosos com mais de 80 anos. Ainda está prevista a vacinação de profissionais da saúde autônomos e que atuam na rede particular. “Todos os idosos serão vacinados e, para que possamos organizar sem aglomerações é fundamental que todos façam o pré-cadastro junto ao site da Prefeitura (www.novaodessa.sp.gov.br). Lembrando que, neste momento, a prioridade é para os cadastros com idade acima dos 80 anos”, explicou Paula.
Até esta segunda, 1.402 primeiras doses haviam sido aplicadas no município. Já a segunda dose alcançou o número de 292 pessoas imunizadas.
A dona Joaninha Leite de Camargo, de 83 anos, foi a primeira idosa de Monte Mor, com mais de 80 anos, a receber a vacina. Ela foi imunizada nesta segunda, às 8h35, no Posto de Saúde Igor. Na quarta (3), começará a vacinação de idosos com mais de 77 anos. A prefeitura pede para que os familiares façam o pré-cadastro em: https://www.vacinaja.sp.gov.br.
Em Paulínia, a imunização de idosos entre 80 e 84 anos irá ocorrer somente no posto montado no túnel do Theatro Municipal Paulo Gracindo, nesta terça. A imunização começará às 9h e irá acontecer enquanto durarem os estoques. Essa etapa é exclusiva para aplicação da primeira dose. Obrigatória a apresentação de documento com foto e comprovante de residência.
Quarta e quinta-feira, dias 3 e 4, será a vez de quem tem entre 77 e 79 anos, ser vacinado, podendo ir à lagoa do João Aranha ou no túnel do Theatro Municipal, das 9h às 15h, ou enquanto durarem os estoques.

SEGUNDA DOSE
Segundo a prefeitura, profissional de saúde ou idoso com 90 anos ou mais, que tomou a primeira dose entre 8 e 12 de fevereiro, deverá comparecer na quarta e na quinta para tomar a 2ª dose na lagoa do João Aranha ou no túnel do Theatro Municipal, das 9h às 15h.

Terça-feira, 2 de Março de 2021

Veja Também

Mortes por Covid-19: Hortolândia volta aos dois dígitos após 12 dias

Depois de quase duas semanas com registro de mortes por Covid-19 abaixo dos dois dígitos, ...