Honda para produção em Sumaré e dá férias para mil funcionários

Parada temporária, por falta de peças, ocorrerá entre os dias 1º e 10 de março e afetará o Civic, um dos três modelos produzidos na unidade

A fábrica da Honda em Sumaré, localizada no Parque Santo Antônio, vai paralisar parcialmente sua produção entre os dias 1º e 10 de março. A informação foi confirmada nesta segunda-feira (22) pela montadora japonesa, que opera na cidade desde 1997. De acordo com a empresa, que atribuiu a parada temporária aos “impactos da pandemia de Covid-19 nas cadeias globais de suprimento”, aproximadamente mil funcionários ficarão em férias coletivas nesse período.
A Honda informou que a pandemia provocou desequilíbrio entre oferta e demanda de semicondutores – componente eletrônico usado em várias partes do modelo -, afetando a indústria.
Por conta disso, a fábrica programou o recesso em duas etapas: a primeira ocorreu antes do Carnaval, entre os duas 5 e 12 de fevereiro, e a segunda está prevista para os primeiros dez dias de março. “A interrupção no fornecimento de semicondutores afeta a produção do modelo Civic, realizada em Sumaré. A medida compreende cerca de mil colaboradores, que entrarão em regime de férias coletivas de 1º a 10 de março”, informou a Honda, em nota.
A empresa não informou o impacto da paralisação na produção total da unidade, mas afirmou que “está adotando todas as medidas possíveis para minimizar os impactos à sua cadeia de valor, bem como qualquer inconveniente para o consumidor final”. Segundo a montadora, os modelos City e Fit, também fabricados em Sumaré, seguem em produção.
A fábrica de Sumaré foi a primeira da Honda no Brasil. A produção de veículos teve início em 1997, com 20 unidades diárias do modelo Civic, um dos antigos em produção no mundo. No ano passado, a montadora comemorou a marca de dois milhões de veículos produzidos no país. A montadora passou de 400 para aproximadamente 3,5 mil colaboradores nas unidades de Sumaré e Itirapina, que produzem cerca de 550 carros por dia. Além das fábricas, a Honda possui 215 concessionárias espalhadas pelo país, além da estrutura de fornecedores locais, que atualmente conta com 163 empresas.
De acordo com informações disponíveis no site da fabricante, “ao longo da trajetória de 23 anos de produção de automóveis no Brasil, contínuos investimentos foram realizados com o objetivo de aumentar a capacidade de produção e melhorar a eficiência dos processos. Como resultado, atualmente, mais de 500 automóveis são produzidos diariamente entre os modelos Civic, Fit, City, HR-V e WR-V”. A linha de produtos comercializada pela marca no Brasil ainda conta com os importados Accord, CR-V e Civic Si.

Terça-feira, 23 de Fevereiro de 2021

Veja Também

Mais duas toneladas de criadouros do Aedes são retiradas do Jd. Santa Luiza

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Nova Odessa retirou do Jardim Santa Luiza, durante ...