Paciente é transferido para UTI em SP após esposa recorrer à Justiça

Homem de 32 anos foi levado para hospital da capital paulista nesta quinta (18) após mais de 24h intubado em UPA de Sumaré

Com diagnóstico de Covid-19, um paciente de 32 anos foi transferido em estado grave, na madrugada de quinta-feira (18), da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Macarenko, em Sumaré, para o Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em São Paulo. A esposa dele chegou a procurar o Ministério Público para tentar conseguir uma vaga na UTI para o marido por meio da Justiça.
De acordo com informações da Secretaria de Saúde de Sumaré, fornecidas por meio da Secretaria de Comunicação, o paciente deu entrada na unidade de atendimento na última segunda-feira (15), com quadro de dificuldade respiratória. O quadro, no entanto, evoluiu rapidamente e precisou ser submetido a um procedimento de intubação no dia seguinte.
Sem leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) disponíveis na cidade – os seis exclusivos para pacientes com coronavírus no Hospital Estadual ‘Dr. Leandro Franceschini’, em Sumaré, estavam lotados – a moradora decidiu acionar a Promotoria da cidade. Questionado pela reportagem do jornal Tribuna Liberal, o Núcleo de Comunicação do Ministério Público não deu detalhes sobre o pedido apresentado pela esposa do paciente.
No entanto, segundo a Prefeitura de Sumaré, uma vaga de UTI foi liberada via Cross (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde) – órgão do Governo do Estado responsável pela busca de vagas em unidades de referência em todas as regiões de São Paulo – na noite de quarta-feira (17) e o paciente foi transferido para a capital paulista. O estado de saúde dele, porém, não foi informado pelo município.
A Secretaria Estadual de Saúde também não deu detalhes sobre o quadro do paciente, mas informou que “não houve notificação de qualquer ação judicial”. Sobre a demora na alocação de um leito de UTI, a pasta informou que “a Cross trabalha 24 horas por dia para buscar a vaga adequada ao quadro de cada paciente. No entanto, segundo a pasta, muitos fatores determinam o tempo de transferência, como a disponibilidade da vaga, estabilização do paciente, gravidade do quadro, entre outros fatores”.
Boletim divulgado na quinta-feira pela Secretaria de Saúde aponta que Sumaré tem 12.325 casos confirmados de Covid-19. Desse total, 11.818 se recuperaram e 342 morreram. Atualmente, segundo o último balanço, há 1.055 pacientes sumareenses em isolamento domiciliar e 69 internados. Há ainda 1.092 casos suspeitos. Ao todo, foram notificados 42.794 casos na cidade, dos quais 29.377 foram descartados.

Sexta-feira, 19 de Fevereiro de 2021

Veja Também

Mortes por Covid-19: Hortolândia volta aos dois dígitos após 12 dias

Depois de quase duas semanas com registro de mortes por Covid-19 abaixo dos dois dígitos, ...