Monte Mor e N. Odessa se destacam na abertura de empresas em 2020

Segundo levantamento divulgado pela Acic, municípios driblaram Covid-19 e tiveram crescimento no número de novos negócios

Monte Mor e Nova Odessa resistiram à pandemia do novo coronavírus e registraram crescimento no número de novos negócios em 2020. Em Hortolândia, Paulínia e Sumaré, porém, os números não foram tão favoráveis. É o que mostra um levantamento feito pelo Departamento de Economia da Acic (Associação Comercial e Industrial de Campinas), com base em dados divulgados pela Jucesp (Junta Comercial do estado de São Paulo).
De acordo com o estudo, foram abertas 203 novas empresas em Monte Mor no ano passado, contra 165 em 2019. Outro dado favorável: o número de fechamento de negócios diminuiu na cidade, na comparação entre os dois anos – 182 em 2019 e 131 em 2020. Nova Odessa seguiu o mesmo roteiro. Foram 262 novas empresas em 2020, ante 231 no ano anterior. Os negócios encerrados caíram de 231 em 2019 para 188 em 2020.
Em Hortolândia, a abertura recuou de 723 para 691 e os fechamentos caíram de 647 em 2019 para 466 em 2020. Em Paulínia, o volume de novos investimentos diminuiu de 577 para 564 e os encerramentos sofreram queda de 367 para 357. Em Sumaré, o número de aberturas caiu de 849 para 691 e a quantidade de fechamentos, de 786 para 555 empresas.
Em toda a RMC (Região Metropolitana de Campinas), formada por 20 municípios o índice de empresas abertas em 2020 ficou negativo em 2,83% na comparação com 2019 e a quantidade de empresas encerradas caiu 21,77% no ano passado, mesmo com a crise e o isolamento social provocados pela Covid-19.
No balanço geral, foram abertas na RMC 14.005 empresas em 2020 contra 14.413 em 2019. Mas, no balanço do fechamento de empresas, foram encerradas 12.515 em 2019 contra 9.790 em 2020, o que representa uma queda de 21,77% na quantidade de negócios que deixaram de funcionar.
Além de Nova Odessa e Monte Mor, as cidades que registraram uma maior abertura de empresas em 2020 na comparação com 2019, foram: Morungaba (43 ativas em 2020 contra 33 abertas em 2019); Engenheiro Coelho (71 contra 55); Pedreira (161 contra 130); Holambra (118 contra 99); Artur Nogueira (169 contra 144); Valinhos (807 contra 753) e Itatiba (448 contra 432). Vinhedo teve a mesma quantidade de empresas abertas nos dois últimos anos (525). Apenas Artur Nogueira e Morungaba registraram um número maior de encerramento de empresas em 2020 contra 2019.
Em Campinas o saldo foi negativo em 2020 na abertura de empresas. Foram registrados 5.527 estabelecimentos ativos no ano passado contra 5.799 em 2019 (-4,69%). Quanto ao encerramento das atividades, no entanto, 3.876 empresas deixaram de funcionar em 2020 contra 4.963 em 2019 (uma queda de 25,83% na quantidade de fechamentos.

ABERTURA E FECHAMENTO DE EMPRESAS
Município: Hortolândia
Ativas/2020: 691
Encerradas/2020: 466
Ativas/2019: 723
Encerradas/2019: 647

Município: Monte Mor
Ativas/2020: 203
Encerradas/2020: 131
Ativas/2019: 165
Encerradas/2019: 165

Município: Nova Odessa
Ativas/2020: 262
Encerradas/2020: 188
Ativas/2019: 231
Encerradas/2019: 231

Município: Paulínia
Ativas/2020: 564
Encerradas/2020: 357
Ativas/2019: 577
Encerradas/2019: 367

Município: Sumaré
Ativas/2020: 691
Encerradas/2020: 555
Ativas/2019: 849
Encerradas/2019: 786

Quarta-feira, 3 de Fevereiro de 2021

 

 

 

Veja Também

Prefeitura de Hortolândia pede ajuda à população para combater a dengue

Administração Municipal solicita para que moradores recebam agentes na ação casa a casa de eliminação ...