No Dia do Engenheiro Ambiental, concessionária BRK destaca a importância da profissão para o saneamento

Hoje, dia 31 de janeiro, é celebrado o Dia do Engenheiro Ambiental. Chamando a atenção para data, a BRK Ambiental, concessionária de água e esgoto de Sumaré, destaca a importância da profissão para o saneamento, para a qualidade de vida da população e para a preservação do meio ambiente. A engenheira ambiental e coordenadora de engenharia da concessionária, Aurélia de Oliveira Almeida, ressalta que a função principal da profissão é assegurar que a interação do homem com a natureza seja sustentável. “Atuamos para garantir o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações”, explica. Com 13 anos de formação e há sete anos na BRK Ambiental, Aurélia afirma que, no saneamento, a principal atividade do engenheiro ambiental é desenvolver técnicas para a preservação do meio ambiente e garantir o uso sustentável de recursos. “O profissional prevê o impacto ambiental causado por alguma intervenção ou processo, para então mitigar ou anular o impacto. A gente avalia como será a intervenção e propõe medidas para mitigação dos impactos”, afirma. Como coordenadora de engenharia na BRK Ambiental, ela também acompanha os projetos e investimentos da concessionária nos sistemas de distribuição de água e esgotamento sanitário.
“Com o esgoto tratado, preserva-se os mananciais e melhora a qualidade de vida da população. Quando não há saneamento, geralmente, o esgoto é lançado diretamente em um curso d’água. Ao deixar de lançar esgoto in natura na natureza e possibilitar o acesso da população à água tratada, o resultado é percebido na saúde pública e no meio ambiente. Tais ações permitem a redução da incidência de doenças patogênicas e, ainda, preserva a qualidade dos recursos hídricos”, afirma.
Satisfeito com a profissão que escolheu, Aurélia mostra-se orgulhosa por contribuir com as boas práticas ambientais. “Considero que fiz a escolha certa. Gosto de ser engenheira ambiental, de saber que contribuo para um futuro melhor. Escolhi a profissão justamente porque gosto de estar em meio à natureza e tenho apreço por ela. Escolhi ser engenheira ambiental para promover o equilíbrio e a preservação do meio ambiente e contribuir para o desenvolvimento de boas práticas ambientais”, finaliza.

Domingo, 31 de Janeiro de 2021

Veja Também

PCJ sugere reservatório pré-fabricado para garantir água durante a estiagem

Em alerta emitido nesta segunda, consórcio também recomendou a municípios estímulo a cisternas e campanhas ...