Unidos do Virgílio Basso, 30 anos de história

A ideia inicial era ter um grupo de amigos, no qual pudessem se reunir nos fins de semana para jogar futebol e curtir uma resenha. Sem se ater ao lado de competições ou pretensões maiores, um dos principais objetivos do grupo é se reunir para dar boas risadas e se divertir, além é claro, de praticar o esporte mais popular do planeta.
Com o passar dos fins de semana, a brincadeira de apenas jogar futebol por diversão foi ficando pra trás, Messias “Jabuti”, Laércio (In memória), Bil, Célio Dias e Daniel “Bigode” decidiram que o grupo precisava de algo mais, um desafio, foi aí que surgiu a ideia de constituir um time de futebol propriamente dito. E no dia 20 de janeiro de 1991 nascia o Unidos do Virgílio Basso.
Grupo sempre foi unido e dedicado ao futebol, e dessa fidelidade surgiu o nome do clube, Unidos, pelo fato do grupo ser realmente unido e Virgílio Basso por ser o bairro aonde o time foi criado. As cores do clube ao longo dos anos tiveram inúmeras tonalidades, hoje o azul e branco prevalecem como as cores oficiais do clube.
São três décadas de fundação e durante esses anos muitos atletas se destacaram no futebol amador sumareense vestindo a camisa do Unidos do Virgílio Basso, entre eles podemos citar Laércio centroavante, Maurício atacante, Marcão Mezenga, Luciano zagueiro, Edvaldo médio-volante, Dirceu zagueiro e Japão atacante, Naninha centroavante. Têm muitos outros que poderíamos citar que estão eternizados na história do clube.
O time azulino se orgulha de muitas pessoas que passaram pelo clube, que contribuíram para história do futebol sumareense e se tornaram celebridade no cenário nacional. Wagner Santos de Souza Dias, mais conhecido como Waguinho Dias, passou pelo clube, hoje é um técnico campeão brasileiro, que conquistou o título do Campeonato Brasileiro de Futebol da Série D em 2019 pelo Brusque e por pouco não subiu com o Marcílio Dias em 2020 para Série C. Douglas Japonês (Guarani), Robson (Coritiba/PR), Mayco Félix (Santa Cruz/PE) são jogadores que passaram pelo clube e estão atuando no futebol profissional. São 30 anos de futebol com muitas conquistas, entre as principais estão os dois títulos de campeão da Primeira Divisão de Sumaré, 1998 e 2018, os dois acessos com título de campeão em 1997 e 2014 (2ª Divisão), o bi-campeonato da categoria de veteranos 1999/2000, juniores em 1998, entre outros que fazem parte da galeria de troféus do Unidos do Virgílio Basso.
No campeonato de 2019 o clube fez uma campanha regular para boa na Primeira Divisão, chegou à fase de oitavas de final, sendo eliminada pelo Guarani Sumareense pelo placar de 1 a 0, mesmo tendo o empate a seu favor, a equipe não conseguiu reverter o placar adverso e deixou o sonho do tri-campeonato para a temporada seguinte. O Unidos do Virgílio Basso sempre foi um time de amigos e se orgulha disso. Sua torcida é formada pelos amigos que sempre acompanham os jogos. “Não temos uma torcida organizada, temos muitos simpatizantes que acompanham e nos ajudam nas vendas dos produtos oficiais e nos eventos para arrecadar fundos para a sustentabilidade do clube ao longo do ano.” Explica um dos diretores do clube.

Sábado, 23 de Janeiro de 2021

Veja Também

COFA vence Oficina de Craques em rodada com jogos cancelados

A terceira rodada foi marcada pelos jogos cancelados devido as chuvas que caíram durante a ...