Médicos fazem treinamento no hospital de campanha para tratamento de covid-19 do Complexo Esportivo do Ibirapuera.

SP registra aumento superior a 34% de novos casos e mortes por coronavírus

Em toda a pandemia, já ocorreram 1.658.636 casos e 50.652 vítimas fatais em toda a pandemia no estado

O Estado de São Paulo registrou aumento de 37% no número de novos casos e de 34% de óbitos de Covid-19 nos vinte dias iniciais de janeiro, em comparação ao mesmo período de dezembro. Em toda a pandemia, já ocorreram 1.658.636 casos e 50.652 vítimas fatais em SP. Desse total, somente em janeiro foram confirmados 196.339 casos novos e 3.935 mortes. No mês passado, entre os dias 1º e 20, foram registrados 142 .447 casos e 2934 óbitos.
As taxas de ocupação também saltaram aproximadamente nove pontos percentuais no Estado – de 61,8% para 70% – e mais de três pontos percentuais na Grande São Paulo, onde passaram de 66,9% para 70,5%. O número de pacientes internados é de 13.817, sendo 7.764 em enfermaria e 6.053 em unidades de terapia intensiva, conforme dados das 11h05 desta quarta-feira. Entre o total de casos diagnosticados de Covid-19, 1.417.301 pessoas estão recuperadas, sendo que 170.144 foram internadas e tiveram alta hospitalar.
Hoje, os 645 municípios têm pelo menos uma pessoa infectada, sendo 615 com um ou mais óbitos. A relação de casos e óbitos confirmados por cidade, junto com o perfil, pode ser consultada também em: www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus.

RECLASSIFICAÇÃO
Por conta do aumento dos índices da pandemia, o governo de São Paulo confirmou na tarde de ontem a reclassificação das fases do Plano SP para amanhã. A atualização do plano estava prevista desde a semana passada. Essa será a terceira reclassificação em 15 dias.

CONTATO COM CHINESES
O governador João Doria também anunciou nesta quarta-feira (20) que o escritório de São Paulo na China está em contato direto com as autoridades chinesas realizando esforços para agilizar o envio dos novos insumos da vacina Coronavac para o Brasil. “Temos que estar juntos neste momento e agradecer o apoio da China ao Brasil, especialmente neste momento de dor em que o país já perdeu a vida de 200 mil brasileiros. Quanto mais vacinas tivermos, mais brasileiros serão imunizados mais rapidamente”, afirmou o governador.
O diretor geral do escritório de São Paulo na China, José Mário Antunes, está acompanhando presencialmente todo processo em Pequim, cidade-sede do laboratório Sinovac Biotech, responsável pela produção do imunizante. “Estou em Pequim para ficar mais próximo dos principais interlocutores, da embaixada brasileira e das autoridades chinesas. Mantenho contato diário com as equipes da Sinovac e a parceria entre Butantan e o laboratório é excelente”, disse Antunes.
A representação comercial criada em agosto de 2019, seis meses antes do início da pandemia em nosso país, tem se mostrado fundamental no enfrentamento ao coronavírus.
Graças à atuação do escritório, foi possível mapear e agilizar todos os trâmites de importação de respiradores que salvaram milhares de vidas, além de facilitar diversas outras negociações bilaterais entre a China e o Governo de São Paulo em relação a produtos essenciais para o combate à pandemia. “A base em Xangai foi fundamental para dar maior celeridade a todo esse esforço para salvar vidas não só no Estado de São Paulo mas em todo o país”, afirmou Wilson Mello Neto, presidente da InvestSP.
Desde a instalação de sua base em Xangai, o Governo de São Paulo atua não apenas no fortalecimento e ampliação de relações econômicas com a China, mas também nas relações institucionais e em múltiplos setores. Com a missão de detectar oportunidades de investimentos e seguir no fortalecimento para aproximação do Estado de São Paulo e China, o escritório foi o primeiro escritório comercial do Estado fora do país. A expectativa é que nos próximos anos São Paulo tenha um total de quatro representações em todo o mundo.

Número de mortes por Covid-19 sobe para 717 na região
Com três novos óbitos, o número de mortes causadas pela Covid-19 subiu para 717 nas cidades da região (Sumaré, Hortolândia, Paulínia, Monte Mor e Nova Odessa).
Ontem, Paulínia registrou o 98º óbito e Sumaré confirmou, na terça-feira, dois novos casos. Até o fechamento desta edição, a Prefeitura de Sumaré ainda não havia divulgado a atualização do boletim epidemiológico de ontem.
No total, as cidades da região têm 25.818 casos confirmados da doença. Em Sumaré são 9.053, em Hortolândia são 6.938 casos confirmados e 5.653 em Paulínia. Nova Odessa tem 2.121 casos confirmados e Monte Mor 2.053 casos positivos de Covid-19.

Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2021

Veja Também

Municípios se preparam para alta no índice de atendimentos e internações

Prefeituras ampliam capacidade de atendimento em unidades de saúde e se organizam para eventual elevação ...