Prefeito Luiz Dalben é eleito membro do Conselho de Orientação do Fundocamp

Angelo Perugini de Hortolândia vai presidir o Conselho de Desenvolvimento da RMC

O prefeito de Sumaré, Luiz Dalben, foi eleito nesta terça-feira (19/01), membro do Conselho de Orientação do Fundocamp (Fundo de Desenvolvimento Metropolitano de Campinas), que tem como objetivo supervisionar a aplicação dos recursos financeiros do Fundo para ações e projetos metropolitanos. A eleição ocorreu durante a primeira reunião do ano do Conselho de Desenvolvimento da RMC (Região Metropolitana de Campinas), em Jaguariúna, que também elegeu seu novo presidente e vice. O encontro teve como principal objetivo traçar metas para conter o coronavírus na RMC, incluindo o início da vacinação.
O Fundocamp está vinculado à Agemcamp (Agência Metropolitana de Campinas) e, entre suas funções, está financiar e investir em programas e projetos de interesse da RMC e contribuir com recursos técnicos e financeiros para a melhoria dos serviços públicos municipais, para a melhoria da qualidade de vida e para o desenvolvimento sócio- -econômico da região. Os prefeitos de Vinhedo, Dario Pacheco, e Morungaba, Marco Antônio de Oliveira, também foram eleitos membros do Conselho de Orientação.
“Nosso objetivo é trabalhar para o crescimento de toda a região, considerando os problemas e dificuldades de cada cidade, sempre com planejamento e gestão eficiente. Vamos analisar a aplicação de recursos para o crescimento individual e integrado, construindo uma região forte e firme nos propósitos. Nosso objetivo é discutir os problemas de cada um e encontrar soluções conjuntas”, disse o prefeito Luiz Dalben.
O Conselho de Desenvolvimento da RMC também elegeu o prefeito de Hortolândia, Angelo Perugini, como presidente, e Gustavo Reis, prefeito de Jaguariúna, como vice. Durante o encontro, além da situação da pandemia em cada cidade, foi abordado o início da vacinação na região e acordado o início da volta às aulas presenciais na primeira semana de março, não em fevereiro, conforme determinado pelo governo estadual. Foram analisadas as questões pedagógicas, além de saúde pública. O pedido dos prefeitos será encaminhado para o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, para apreciação e deliberação do Estado.
“A atenção de toda a região está voltada para reforçarmos as medidas para conter o avanço do vírus e, entre elas, analisamos a necessidade de adiar um pouco o início da volta às aulas presencialmente. Nosso grande objetivo é cuidar da saúde da população”, explicou Luiz Dalben.
O prefeito de Nova Odessa, Cláudio José Schooder, Leitinho (PSD), também participou da primeira reunião do ano do Conselho de Desenvolvimento da RMC.

Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2021

Veja Também

Idosos a partir de 65 anos começam a ser vacinados nesta quarta em Sumaré

Doses serão aplicadas em dez endereços localizados em pontos descentralizados para facilitar acesso da população ...