Mais uma vez, celulares são localizados perto de presídio

A equipe de ronda recebeu a informação de que dois indivíduos haviam pulado o muro do Complexo Penitenciário Campinas-Hortolândia, em direção ao CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Hortolândia. Ao seguirem para o local, os agentes penitenciários não conseguiram encontrar os suspeitos, pois estes já haviam evadido. Porém, fizeram uma busca e encontraram na rua, atrás do complexo, uma mochila com 54 celulares, 40 carregadores do aparelho e 16 chips.
A SAP (Secretaria da Administração Penitenciária) informou que os ilícitos apreendidos foram enviados para a delegacia de Hortolândia e a Secretaria instaurou procedimento para apurar as circunstâncias do ocorrido.

OUTRO CASO
Há duas semanas, agentes de segurança penitenciária frustraram uma tentativa de entrega de uma sacola com mais de 30 celulares e quase 2 kg de maconha, que estavam perto de um alambrado do CPP (Centro de Progressão Penitenciário) Professor Ataliba Nogueira, que faz parte do Complexo Penitenciário Campinas-Hortolândia, na manhã de domingo (1º/11). Ninguém foi preso.
De acordo com a SAP, os agentes realizavam ronda nos arredores do presídio na parte externa, na divisa com o alambrado limite do muro, quando localizaram uma sacola com três alicates, uma turquesa, 14 trouxinhas de maconha, no total de 1,9 kg, diversos cabos e fones para celular, uma porção de cocaína com 216,7 gramas, cinco chips de celular,33 aparelhos celulares e 32 baterias de celulares.
Os funcionários perceberam que um homem fugiu ao perceber a aproximação dos agentes, mas ele não foi abordado. Os celulares, drogas e demais objetos foram levados ao Plantão Policial, anexo à 2ª Delegacia Seccional de Campinas, onde o caso foi registrado.

Sexta-feira, 20 de Novembro de 2020

Veja Também

Entregador sofre atentado e é baleado na perna em Sumaré

Um entregador de 35 anos foi baleado na perna, após conseguir escapar de um atentado, ...