Média móvel de mortes pelo novo coronavírus cresce pela 2ª semana

Foram 12 óbitos informados pelas prefeituras das cinco cidades da região na semana que encerrou em 16/11, além de 431 novos casos positivos

Após registrar a segunda maior variação positiva desta pandemia no último dia 09/11, com um aumento de 166,7% com relação à semana anterior, a média móvel de óbitos por Covid-19 na região voltou a crescer no cálculo fechado na segunda-feira, 16/11.
Nos últimos sete dias, foram 12 mortes pela doença, exatamente 50% a mais que as oito mortes registradas entre os dias 03 a 09. É também o maior total de óbitos pela doença desde a semana de 12 de outubro, quando 15 moradores da região morreram.
Já a média móvel de novos casos positivos de Covid-19 voltou a cair ligeiramente na semana encerrada em 16/11. Foram informados pelas prefeituras 431 novos testes reagentes ao vírus, uma variação de -7,7% com relação à semana de 09/11, quando foram 467 novos pacientes testados e positivados. Ainda assim, a região manteve-se nos níveis de contaminação de seis semanas atrás (05 de outubro).
A média móvel é calculada somando o total de casos da semana e dividindo pelo número de dias – ou seja, 7. Ela visa exatamente “amenizar” as naturais variações diárias causadas por inúmeros fatores, permitindo um acompanhamento mais claro e preciso das tendências da pandemia. Desde o início da pandemia, a reportagem do Jornal Tribuna Liberal faz este cálculo sempre com os dados divulgados pelas prefeituras às segundas-feiras.
O acompanhamento da média móvel a cada semana epidemiológica tornou- -se ainda mais relevante diante do temor de que aconteça, no Brasil, uma “segunda onda” da doença – ou seja, uma curva ascendente de novos casos positivos –, vem acontecendo no outono europeu e nos Estados Unidos.
Como o hemisfério sul ainda está na primavera, a expectativa é que uma vacina seja aprovada e aplicada no Brasil antes do próximo outono/inverno. Mas, para essa expectativa dos especialistas se concretizar, o brasileiro tem de fazer a sua parte, mantendo as medidas de distanciamento social e as medidas de higiene, incluindo o uso de álcool em gel e máscaras sempre que sair de casa, evitando aglomerações.

HORTOLÂNDIA
A Prefeitura de Hortolândia emitiu na terça-feira (17/11) uma nota informando que “uma das prioridades da Administração Municipal é a retomada econômica e o fortalecimento dos empresários locais”. “Por isso, reitera que são falsos os boatos sobre fechamento do Comércio”, acrescenta.
“Os números da pandemia em nossa cidade se encontram estabilizados e não há sinais de aumento de contaminados por Coronavírus. Além disso, temos uma estrutura reforçada para combater a pandemia, com a Unidade Respiratória do Nova Hortolândia, os leitos de UTI no Hospital Mário Covas, os túneis de descontaminação nas unidades de pronto atendimento. Também realizamos periodicamente ações para prevenção da doença”, garantiu a gestão.
Hortolândia e toda a Região Metropolitana estão na fase verde do Plano São Paulo. Segundo o Governo do Estado, os dados de novos contágios apresentam estabilidade no momento.
“O vírus ainda está em circulação e reforçamos que os cuidados para evitar o avanço da pandemia ainda são necessários: é obrigatório o uso de máscaras e o respeito aos protocolos sanitários. Devemos continuar evitando aglomerações e protegendo as pessoas do grupo de risco. Unidos e agindo com responsabilidade, Hortolândia seguirá vencendo os desafios e nos rumos do desenvolvimento e crescimento com qualidade de vida”, completou Hortolândia.

QUARENTENA
O Governo publicou na terça-feira (17/11) novo decreto prorrogando a quarentena no Estado até 16 de dezembro, assim como vem fazendo desde o início da pandemia do novo coronavírus. Conforme consta no texto, o funcionamento de comércios e serviços continuará seguindo o determinado pelo Plano São Paulo, com classificação sem alteração até 30 de novembro, mantendo as regiões do estado nas fases amarela ou verde.

Quarta-feira, 18 de Novembro de 2020

Veja Também

Sumaré tem duas mortes por Covid-19 na semana; região tem mais 306 casos

A Prefeitura de Sumaré divulgou na terça-feira (1º/12) um novo balanço da pandemia de Covid-19 ...