Acic prevê faturamento 35,5% maior do Comércio na RMC na ‘Black Friday’

Desempenho do setor regional deve ser “impulsionado” pelo e-Commerce, que não para de crescer na pandemia de Covid-19

O Comércio Varejista da RMC (Região Metropolitana de Campinas) deve faturar R$ 650 milhões em vendas de promoções especiais para esta “Black Friday”, marcada para 27 de novembro. Se confirmado, esse valor será 35,5% maior que o faturado pelo setor na soma das 20 cidades da metrópole na mesma data especial de 2019, quando o faturamento total com as promoções foi de R$ 480 milhões.
A previsão é da Acic (Associação Comercial e Industrial de Campinas). O melhor desempenho deve ser do e-Commerce, o “Varejo Eletrônico”, que vem tendo suas vendas online “turbinadas” desde o início da pandemia de Covid-19, em março – que forçou milhões de consumidores da ficarem em casa, em função da quarentena. Há meses o desempenho do Comércio Digital vem crescendo em todo o país.
De acordo com as perspectivas do economista Laerte Martins, diretor da Acic, 60% das vendas devem ser realizadas “online”, e 40% nas lojas físicas. Apenas na cidade de Campinas, a movimentação da Black Friday de 2020 deve representar cerca de R$ 292,5 milhões, uma expansão de 35,4% sobre o faturamento de 2019, sendo que o e- -Commece deve representar 62,5% das vendas online e, as lojas físicas, 37,5%.
Os produtos mais procurados na Black Friday deste ano devem ser smartphones, celulares, aparelhos de televisão, eletroeletrônicos em geral, vestuário e calçados, livros, brinquedos e produtos importados, como videogames, câmeras fotográficas e filmadoras. “A data pode se transformar na segunda mais importante do ano para o setor, ficando atrás apenas do Natal. O ticket médio (valor médio da compra) estimado é de R$ 600,00, praticamente o mesmo de 2019”, explicou a Associação em nota.
Em função da quarentena provocada pela pandemia da Covid-19, estima-se que cerca de 2,6 milhões de novos usuários – pessoas das classes C e D, de todas as idades – ingressaram nas plataformas digitais no Brasil entre abril e maio, e mais de 1,9 milhões entre junho e agosto.
“No Brasil, o e-Commerce conseguiu manter elevado o nível de consumo, enquanto as lojas físicas fecharam as suas portas pelo país. Diante dessa perspectiva, conclui-se que é na movimentação mais das vendas digitais que o varejo vai se expandir grandemente na Black Friday, podendo se transformar na segunda data mais importante do ano, para o setor, só atrás do Natal”, acredita Laerte Martins.
Segundo dados avaliados pela Ebit/Nilsen, a Black Friday de 2019 (considerando 29 e 30 de novembro) faturou, em nível nacional no Varejo, cerca de R$ 3,30 bilhões. A perspectiva para 2020 é de uma expansão de 29%, (considerando 1º a 30 de novembro), o que representaria cerca de R$ 4,26 bilhões.

PASSAGENS AÉREAS
As passagens aéreas, que sempre fizeram parte das compras na Black Friday, não estão sendo consideradas este ano em função das restrições impostas pela pandemia da Covid-19. Apesar das vendas das passagens se destacarem nesse período de promoções pelos elevados “descontos” ofertados pelas empresas aéreas e de turismo participantes, este ano os indicadores econômicos que influenciam na alteração dos preços dos produtos, como a inflação, os juros e o câmbio, observados durante a pandemia, não permitirão que os descontos sejam significativos.
“Isso pode contribuir para as reclamações de propaganda enganosa e maquiagem de preços, que lideram os principais motivos nas queixas durante a Black Friday”, alerta o economista.

TEMPORÁRIOS
Já as contratações de mão de obra temporária pelo Comércio da RMC para este final de ano e Natal, de acordo com a expectativa do Departamento de Economia da Acic, deverão ser cerca de 23% menores do que no mesmo período do ano passado. Devem ser gerados, neste ano, cerca de 11.140 vagas temporárias, perante 14.545 criadas no final do ano passado. Como sempre, os shopping centers devem gerar a maior parte destes empregos sazonais. “Os números são baseados na taxa de crescimento do número de desempregados de 2020 em relação a 2019”, ponderou Martins.

Domingo, 8 de Novembro de 2020

Veja Também

Hospital de Paulínia faz campanha de doação de sangue nesta quarta-feira

Direção ressalta que serão tomadas medidas de contenção para evitar aglomerações; uso de máscara é ...