Médicos fazem treinamento no hospital de campanha para tratamento de covid-19 do Complexo Esportivo do Ibirapuera.

Região registra mais 40 casos positivos de Covid-19, mas nenhum óbito em 24h

Prefeitura de Sumaré decide deixar de informar quadro diário de casos positivos e óbitos pelo novo coronavírus

As prefeituras de Sumaré, Hortolândia, Monte Mor e Paulínia informaram na terça-feira (27/10) o registro de mais 40 casos positivos de contaminação pelo coronavírus em moradores da região nas últimas 24 horas. Já Nova Odessa sequer registrou casos positivos nas últimas 24 horas, e o total de positivados na região chegou assim a 17.382 desde o início da pandemia, em março.
Além disso, nenhuma das cinco cidades da área de cobertura do Jornal Tribuna Liberal contabilizou novos óbitos pela Covid-19, e a região permanece assim com as mesmas 573 vítimas fatais contabilizadas oficialmente até a segunda-feira. Do total de infectados em algum momento na região, 16.680 já são considerados curados, o que representa 95,1% do total – um recorde positivo. No entanto, o total de pacientes internados subiu ontem ligeiramente a 151, valor que não era alcançado desde 09 de outubro (mas que permanece dentro da média das últimas semanas), e o total de pacientes considerados com suspeita da doença cresceu para 2.190, também um número que não era registrado desde 21/10 (também dentro de uma média mais persistente na região). As incidências regionais subiram para 2.361,10 casos e 77,29 óbitos para cada grupo de 100 mil moradores. O acompanhamento diário e preciso da pandemia na região, realizado desde o início pela reportagem do Tribuna Liberal, vai ficar mais difícil a partir de agora. Isto porque a Prefeitura de Sumaré anunciou na terça-feira que vai deixar de informar o quadro com os casos positivos e suspeitos, óbitos e internações diariamente, passando a fazê-lo semanalmente. É a primeira gestão municipal da RMC (Região Metropolitana de Campinas) a tomar tal decisão. Apenas ontem, a cidade registrou mais 22 casos positivos de Covid-19, chegando a 6.542 (com 250 mortos), e tem ainda 964 pacientes ainda “suspeitos”, aguardando resultados de exames, e 94 internados. Em nota, a Prefeitura de Sumaré justificou a medida com a “desaceleração” da pandemia na cidade. “Devido à diminuição dos casos da Covid-19 em Sumaré, a Prefeitura informa que a partir de hoje (ontem), dia 27, o boletim epidemiológico do coronavírus será publicado uma vez por semana. A Secretaria de Saúde mantém a estrutura de atendimento voltada ao enfrentamento da doença seguindo todos os protocolos necessários e permanece monitorando todos os casos da cidade”, apontou a gestão municipal sumareense.

ESTADO E PAÍS
Segundo o boletim diário do Governo do Estado, São Paulo chegou na terça-feira a 1.098.207 casos confirmados do novo coronavírus, com 38.885 óbitos. Entre o total de casos diagnosticados de Covid-19, 989.305 pessoas estão recuperadas, mas 6.901 continuam internadas, das quais 3.031 em UTIs – cuja taxa de ocupação é de 39,2%. Entre as vítimas fatais estão 22.387 homens e 16.498 mulheres. Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 76,5% das mortes. Já o painel online do Ministério da Saúde mostrou ontem que a doença já atingiu 5.439.641 residentes no país (sendo 29.787 deles confirmados nas últimas 24 horas), dos quais 157.946 foram a óbito (com 549 novos registros em 24h). As incidências nacionais já são de 2.588,5 casos positivos e 75,2 mortes pelo novo coronavírus para cada 100 mil residentes no Brasil.

Quarta-feira, 28 de Outubro de 2020

Veja Também

71,4% das indústrias da região vão contratar em 2021, aponta o Ciesp

Preocupação com falta e aumento de custo de matérias-primas permanece; energia, água e transporte também ...