Justiça confirma 25 candidaturas a prefeito, e 5 aguardam julgamento

Duas das sete candidaturas de Nova Odessa foram indeferidas (negadas), mas os candidatos recorreram e ainda aguardam novo julgamento

Até o final da tarde de segunda-feira (26/10), a Justiça Eleitoral de 1ª instância das cinco cidades da área de cobertura do Jornal Tribuna Liberal já havia julgado e deferido (aceito) 25 das 32 candidaturas a prefeito protocoladas para concorrer às Eleições Municipais de 15 de novembro. Outras cinco campanhas ainda aguardam julgamento, e duas foram indeferidas (negadas, ambas em Nova Odessa), em decisões das quais os respectivos candidatos já recorreram.
Pelo calendário eleitoral deste “ano da pandemia”, com prazos prorrogados, até 26 de outubro (20 dias antes das Eleições), todos os pedidos de registro de candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador, inclusive os impugnados e os respectivos recursos, deveriam ser julgados e publicadas pelas instâncias ordinárias (de 1ª instância).
Estas 25 candidaturas já constavam como “deferidas” na segunda-feira à tarde no site DivulgaCandContas, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O DivulgaCandContas é o sistema responsável pela divulgação das candidaturas registradas em todo o Brasil para as Eleições Municipais de 2020, e pode ser acessado no endereço divulgacandcontas.tse.jus.br.

POR CIDADE
Em Sumaré, a Justiça Eleitoral aceitou e confirmou as quatro candidaturas a prefeito. Assim, vão concorrer em 15 de novembro – sempre majoritário e vice, pela ordem – as chapas formadas pelo atual prefeito Luiz Dalben (Cidadania) e Henrique “do Paraíso” Stein Sciáscio (PRB); os vereadores Décio Marmirolli (PDT) e Warlei “Fininho” de Faria (PV); Dr. Roberto Guimarães (PTB) e Dr. Peterson Melo (PTB); e Guilherme Dall’Orto (Patriota) e Fernanda das Graças (MDB).
Em Hortolândia, foram deferidas as oito candidaturas apresentadas: do atual prefeito Angelo Perugini (PSD) e Zezé Gomes (PL); Dr. George Burlandy (PSDB) e a vereadora Simone Betini (DEM); o vereador Ceará do Horto (Rede) e Carlos Eduardo Ricatto (Patriota); Dr Lourenço Zanardi (PROS) e Marcelo Herdeiro (PROS); e Walter Tato (Podemos) e Sargento Corrêa (Podemos); Professor Valmir Paze (PT) e Professor Jaime Moreira (PT); e Eliane Garcia (PSOL) e Professor Mário Klettemberg (PSOL).
Em Monte Mor, três das sete candidaturas já haviam sido aceitas pela Justiça Eleitoral, mas quatro continuavam ontem “aguardando julgamento” dos pedidos de registro. Estavam “deferidos” os nomes de Rosa Ablas (Podemos) e Adriano Ramos (PP); o vereador Murilo Rinaldo (DEM) com Zé Fernandes (PSDB); e Silvia “da Reciclagem” dos Santos Silva (PT) com Pericles Filipin (PT).
Aguardam julgamento em Monte Mor as campanhas de Edivaldo Brischi (PTB) e Ronaldo Tuim (PTB); Hayde Marinho (PRTB) com Cláudio Andrade (PRTB); o atual vice-prefeito Rogério Maluf (PSL) e o vereador Marcos “da Farmácia” Giatti (PSL); e o vereador Vanderlei Soares (MDB) com Priscila Oliveira (MDB).
Em Nova Odessa, cinco das sete candidaturas já foram deferidas, e duas indeferidas, mas com recursos pendentes de julgamento. Foram aprovados pela Justiça os nomes de Doutor Lourenço (PSDB) e Vagner Barilon (PSDB); o vereador Tiago Lobo (PV) e Doá Camilotti (PV); o ex-vereador Vladimir Antonio da Fonseca, o “Professor Bi” (MDB) e o Professor Brandão (MDB); o vereador Cláudio José Schooder, o “Leitinho” (PSD), e Alessandro Miranda, o “Mineirinho” (PSD); e Capitão Jackson (Avante) e Tenente Secco (Avante).
Recorreram do indeferimento em 1ª instância e aguardam novo julgamento em Nova Odessa as chapas de Thiago Beroco (PT) e Eliton (PCdoB); e Dr. Nivaldo (Republicanos) e Vagner Longui (Cidadania) – esta última, como já divulgado pelo Jornal Tribuna Liberal.
Por fim, em Paulínia, a Justiça Eleitoral já “liberou” cinco das seis candidaturas: Gustavo Yatecola (Patriota) e Rose Watanabe (Patriota); o atual prefeito Du Cazellato (PL) e Sargento Camargo (PSL); Daiani “Nani Moura” da Silva (MDB) e Coronel Furtado (PTB); Renato Cardoso (PDT) e José Almeida (PDT); e Robert Paiva (Rede) e Dra Luciana Carneiro (Rede). Segue “aguardando julgamento” a chapa de Edson “do PT” Thomaz (PT) e Joel Monteiro Lopes (PCdoB).

Terça-feira, 27 de Outubro de 2020

Veja Também

71,4% das indústrias da região vão contratar em 2021, aponta o Ciesp

Preocupação com falta e aumento de custo de matérias-primas permanece; energia, água e transporte também ...