Vigilância adverte 33 comércios por falta de cartazes sobre as máscaras

Duas pessoas que caminhavam na calçada com máscaras no queixo foram notificadas e advertidas pelo órgão

Quarenta e cinco estabelecimentos comerciais foram fiscalizados entre a sexta-feira (16/10) e o sábado (17/10) em Nova Odessa, nas duas primeiras blitze realizadas pela Vigilância Sanitária do município em parceria com o Governo do Estado. Entre todos os quesitos fiscalizados, a principal irregularidade constatada foi a falta do cartaz oficial (elaborado pela Secretaria Estadual de Saúde) indicando a obrigatoriedade do uso de máscara dentro dos estabelecimentos. Trinta e três comerciantes foram advertidos pelos fiscais e receberam prazo de 24 horas para fixação do impresso em local visível.
As vistorias ocorreram das 18h30 às 23h, em cinco bairros: Centro, Vila Azenha, Residencial Triunfo, Jardim Santa Luiza e Jardim Nossa Senhora de Fátima. Foram fiscalizados bares, lanchonetes, supermercados, farmácias, academias, padarias, lojas de conveniência, lan houses, pizzarias, postos de gasolina, adegas e pedestres.
Segundo a Prefeitura da cidade, o cartaz pode ser retirado na sede da Vigilância Sanitária, na Rua Independência, nº 581, no Centro, e também está disponível para impressão no site do Governo de São Paulo, no link https://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/mascaras.
“Além disso, flagramos duas pessoas caminhando na calçada com as máscaras posicionadas incorretamente, no queixo. Elas foram notificadas e advertidas de que serão multadas caso voltem a infringir o decreto estadual”, explicou a coordenadora da Vigilância Sanitária de Nova Odessa, Meria Brito de Jesus. No Estado, o uso de máscaras por todos que circulam em espaços coletivos, públicos ou privados, inclusive no Transporte Coletivo, vale desde 07 de maio, com regulamentação local (e valor de eventual multa) cabendo a cada prefeitura do Estado definir.

DISTANCIAMENTO
De acordo com Meria, todos os estabelecimentos visitados estavam cumprindo as medidas de distanciamento e disponibilizando álcool gel para os clientes. Nenhuma aglomeração foi registrada. “Conversamos com clientes nos estabelecimentos e os orientamos sobre a necessidade do uso de máscara quando estiverem fora da mesa, em deslocamento pelas áreas comuns, como caixa e sanitários”, completou a coordenadora.
A ação faz parte do projeto “Fiscalização Sanitária no Enfrentamento da Covid-19”, desenvolvido pela Secretaria Estadual de Saúde, por meio do CVS (Centro de Vigilância Sanitária), em parceria com os municípios paulistas.
Nova Odessa faz parte da região de abrangência do GVS (Grupo de Vigilância Sanitária) Campinas, que é responsável pelo acompanhamento das fiscalizações. Conforme o acordo firmado entre as partes, o município entra com a estrutura (fiscais e veículos) e o Estado, com material informativo, capacitação e equipamentos de proteção individual para os agentes.
As operações, que ocorrerão até o final do ano, visam garantir o cumprimento de medidas sanitárias de prevenção ao novo coronavírus. As próximas fiscalizações estão previstas para os próximos dias 23 (sexta-feira) e 24 de outubro (sábado). Os locais não foram divulgados pela Diretoria de Vigilância em Saúde da Prefeitura de Nova Odessa.

Terça-feira, 20 de Outubro de 2020

Veja Também

Com aumento no número de casos e internações, Sumaré e Paulínia devem ampliar ações

Estado pede ampliação de testes, rastreamento de casos, uso de máscaras e fiscalização rigorosa contra ...