Florêncio F.C. homenageia o esportista Hélio Florêncio

No final do ano de 1990, Hélio Florêncio, foi convidado para fazer parte de um grupo de amigos que jogava futebol na antiga Cobrasma, um time para descontrair e aliviar o stress da semana, o resultado em si pouco importava, grupo era formado por atletas veterano e máster, apenas alguns mais jovens.
Seu Hélio, uma pessoa meticulosamente que ama o futebol e gosta das coisas bem organizadas, logo se envolve de corpo e alma no time. No inicio o time tinha um fardamento com apenas 13 camisas na cor preta e 13 calções, cada jogador trazia o próprio meio de casa.
A maioria dos jogadores dividia a preferência entre Corinthians e Santos, as cores do uniforme preta e branca foram às escolhidas inicialmente. Isso veio mudar quando definitivamente Seu Hélio passou a ser o capitão-mor da equipe.
Coube a ele a responsabilidade da agenda de marcação dos jogos amistosos, cuidar do uniforme, bem como a tarefa de lavá-lo e trazê-lo de volta com o cheirinho do amaciante, neste caso com a ajuda da esposa, Vanda.
Aquisição de materiais esportivos (bola, camisa, meia, calção, etc) e de medicamentos, também passou ser seu encargo, para isso Seu Hélio passou a buscar ajuda de patrocinadores bem como dos amigos que podiam ajudar com qualquer cifrão.
Time precisava de um nome, onde uma saudável discordância entre os principais membros da equipe passou a ser debatida. Inúmeros nomes foram sugeridos pelos idealizadores: João Batista Ferreira “Ferreirinha” santista, Arnaldo Morangone Junior, santista, Arlindo e Fiapo, corintianos, Nilton Ribeiro Feitosa, flamenguista, Erivaldo Jose Dos Santos, santista, Joaquim Cabral de Oliveira, corintiano e Hélio Florêncio, são-paulino.
O debate seguia sem uma definição, quando Seu Hélio, por brincadeira insinua: “Já sei! Tem Flamengo, Fortaleza, Fiorentina, Ferroviária, Fluminense entre outros nomes de times, entretanto não tem Florêncio Futebol Clube.” Um silêncio toma conta do pessoal, seguido de gargalhadas, porém o nome foi unanimemente aceito e o time foi batizado como o nome de Florêncio Futebol Clube, uma justa homenagem ao Seu Hélio Florêncio.
O FFC se encontra na Segunda Divisão do Campeonato Amador de Sumaré, na temporada de 2019 se classificou na fase de grupos. Na oitavas de final, com um empate em 0 a 0 com o Real Bordon, se classificou por ter melhor campanha, nas quartas de final foi derrotado nas penalidades pelo Unidos Conceição e deu adeus ao sonho do acesso a elite do futebol sumareense.
Com a não realização do Campeonato Amador de Futebol este ano devido ao isolamento social provocado pela pandemia do coronavírus (da Covid-19), seu planejamento ao acesso a Primeira Divisão ficou para 2021.

Sábado, 10 de Outubro de 2020

Veja Também

Leandrinho, goleiro com a cara do Fumaça

Ao longo do tempo, um seleto número de jogadores foram protagonistas com a camisa do ...