Cidades registram mais 101 casos e 5 óbitos pela Covid-19 em 24 horas

Número de óbitos na região chegou a 537 desde o início da pandemia; nas cinco cidades, já são mais de 16 mil infectados pelo novo coronavírus

As prefeituras de Sumaré, Hortolândia e Nova Odessa informaram na quarta-feira (30/09) o registro de mais cinco óbitos pela Covid-19, elevando o total de mortos pela pandemia na região a 537. As cinco prefeituras acompanhadas diariamente informaram também mais 101 casos positivos da doença, e assim a área de cobertura do Jornal Tribuna Liberal ultrapassou ontem a marca dos 16 mil casos– totalizando 16.030 infectados. As incidências regionais subiram a 2.158,45 casos positivos, com 72,31 óbitos para cada grupo de 100 mil pessoas.
Em Sumaré, as três novas vítimas fatais informadas na quarta-feira pela Prefeitura são uma mulher idosa de 81 anos, com comorbidades (doenças ou condições de saúde pré-existentes que são fatores de risco para casos graves de Covid), que faleceu dia 20/09 no Hospital das Clínicas de São Paulo; um homemidoso de 64 anos, com comorbidades, que faleceu dia 24/09 na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) 24h do Jardim Macarenko; um homem de apenas 41 anos, sem comorbidades, que faleceu dia 22/09 também no Hospital das Clínicas da capital.
Sumaré chegou assim a 238 óbitos pela doença e, com mais 42 casos positivos em 24 horas, a 6.060 infectados desde o início da pandemia. A cidade tem a maior incidência de óbitos da região, com 84,27 mortes para cada grupo de 100 mil moradores.
Em Hortolândia, a vítima fatal de número 143 é um idoso de 65 anos, com comorbidades, que foi internado inicialmente na Unidade Respiratória do Nova Hortolândia em 23/09, foi transferido em estado grave para o Hospital de Itapira em 25/09, mas que não resistiu e faleceu dia 28/09. Com “apenas” 4 novos testes positivos em 24 horas, a cidade chegou ontem a 4.088 infectados pelo novo coronavírus. Hortolândia tem a menor incidência de óbitos da região: 61,94 para cada 100 mil moradores.
Em boletim divulgado na quarta-feira, a Secretaria de Saúde de Nova Odessa informou o registro de mais uma morte causada pelo novo coronavírus. Agora, são 39 óbitos no município. A vítima é um homem idoso de 62 anos que faleceu dia 20/07 no hospital de campanha do AME (Ambulatório Médico de Especialidades) Barradas, em São Paulo. Ele foi internado no dia 04/07 na Unidade Respiratória de Nova Odessa e transferido no dia 10/07 para a capital. De acordo com a Secretaria de Saúde, o idoso tinha diabetes e doença cardíaca (ambas comorbidades).
Segundo o boletim emitido pela Vigilância Epidemiológica, a contaminação foi confirmada por vínculo epidemiológico, uma vez que, nos 14 dias que antecederam o aparecimento dos sintomas, o paciente teve contato com um familiar que testou positivo para o novo coronavírus e também precisou ser internado. O caso era tratado pelo município como “óbito em investigação” desde o dia 05 de agosto.
Além do falecimento, foram confirmados outros dois casos da doença, elevando para 851 o número de infectados desde o início da pandemia. Nova Odessa tem a menor incidência de casos da região: 1.414,23 para cada 100 mil moradores (na verdade, são 851 positivos para 60.174 habitantes).

ESTADO E PAÍS
Na quarta-feira, o Estado de São Paulo chegou a 985.628 casos confirmados, com 35.622 óbitos pelo coronavírus. Desse total de casos, 855.068 pessoas já estão curadas, mas 9.016 permanecem internadas, das quais 3.965 em UTIs – cuja taxa de ocupação é de 44%.
Na terça-feira, o painel online do Ministério da Saúde apontava a ocorrência de 4.777.522 casos positivos da doença, dos quais 142.921 pacientes foram a óbito. As incidências em nível nacional já alcançam 2273,4 casos e 68,0 óbitos para cada 100 mil brasileiros.

Quinta-feira, 1º de Outubro de 2020

Veja Também

Pedreira quer lixo com material de Covid fechado com fita vermelha

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Pedreira, em atenção aos pedidos efetuados pelos funcionários ...