Governador inaugura novo viaduto de acesso da SP-101 a Hortolândia

Com investimentos de R$ 8,4 mi, elevado na Rodovia Jornalista Ferancisco Aguirre Proença vai facilitar tráfego de veículos até o Corredor Metropolitano

Em uma cerimônia com a presença apenas de políticos que não são candidatos nestas Eleições, como determina a legislação eleitoral, o governador João Doria entregou na terça-feira (29/09) o novo viaduto de acesso a Hortolândia pela pista sentido Campinas, altura do quilômetro 5, da Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (a SP-101). Moradores criticaram, no entanto, o fato de só ser possível acessar o novo equipamento por uma das pistas da rodovia. A Prefeitura chama a obra, que dá acesso ao Corredor Metropolitano do Transporte Coletivo, de “nova entrada” da cidade.
A obra de R$ 8,4 milhões foi conduzida pela concessionária Rodovias do Tietê, sob a regulação da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) e com apoio da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), responsável pelo Corretor Metropolitano Noroeste. No município, o Corredor Metropolitano já está em fase final de implantação. O trânsito no local foi liberado logo após a cerimônia.
“Esse acesso vai agilizar o processo de interligação e ainda é uma obra que vai embelezar a rodovia. Todos ganham: os municípios, os munícipes e os que utilizam a rodovia para logística, transporte, lazer e outras atividades. A liberação do tráfego é imediata e Hortolândia ganha, assim, um novo acesso”, afirmou Doria durante a solenidade.
Com investimentos de R$ 8,4 milhões, o novo viaduto faz ligação entre Hortolândia, os Corredores Metropolitanos de Transportes de Campinas e Hortolândia e a Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP101), principal via de ligação da cidade com Campinas. O novo acesso vai ajudar a reduzir o volume de tráfego rodoviário em Hortolândia, amenizando a sobrecarga de trânsito nas vias principais da cidade.
Executada em dois anos, a obra gerou aproximadamente 80 empregos diretos e cem indiretos. “O programa de concessão tem papel impulsionador na melhoria das cidades. Além de oferecer mais segurança e conforto aos usuários das rodovias, as obras geram empregos e crescimento para as cidades”, reforçou Milton Persoli, diretor-geral da Artesp.
O dispositivo de entroncamento com elevado e alças de acesso possui 130 metros de extensão e pista de sentido duplo, com faixas de rolamento com 3,50 metros. Pelo local, a média diária de tráfego é de 55 mil veículos.

CRÍTICAS
No entanto, houve críticas ao projeto da obra ontem por parte de moradores da cidade, principalmente em redes sociais e grupos de trocas de mensagens por celular. O motivo é o fato de o novo acesso só poder ser utilizado por quem trafega pela pista sentido Monte Mor-Campinas da rodovia.
“Uma das obras mais absurdas que já vi. Só tem entrada por um lado. Se você vem pela SP-101 (sentido Monte Mor) e quer acessar o Corredor Metropolitano, não pode”, apontou um reclamante. “Achei que teria uma entrada (pela outra pista), porque seria muito melhor para ‘desafogar’ (o trânsito) essa parte da rodovia”, acrescentou um segundo morador.
“Faz um mega investimento, mas pela metade”, apontou outro. “Se fizer mais pra frente (a segunda alça), ok. Mas vejo como desperdício de dinheiro público. Só em Hortolândia que acontece isso. Os moradores do Jardim do Bosque sabem disso. Só tem saída, não tem entrada pela Avenida da Emancipação”, comentou um quarto morador da cidade.
Segundo a Prefeitura, no entanto, com o novo viaduto, motoristas que seguem na Rodovia dos Bandeirantes sentido Hortolândia “poderão entrar na cidade com mais facilidade, desafogando o fluxo de veículos na Avenida da Emancipação, no km 9 da SP-101, atual acesso ao município”.
“Para os motoristas que seguem de Campinas, no sentido Hortolândia, haverá também um acesso, neste mesmo trecho. A obra será de responsabilidade da EMTU. Esta intervenção evitará o gargalo de veículos que se forma na rodovia, principalmente em horário de pico, e agilizará o trajeto de quem precisa chegar a Hortolândia com rapidez”, adiantou a gestão municipal.

Quarta-feira, 30 de Setembro de 2020

Veja Também

Educação Ambiental na era digital: Comitês lançam na 6ª o ‘PCJ Virtual’

Projeto dos Comitês PCJ e Agência das Bacias PCJ vai mostrar as nascentes mais distantes ...