Partidos apresentam 32 candidaturas a prefeito nas cinco cidades da região

São 4 chapas na disputa em Sumaré, 8 em Hortolândia, 7 em Monte Mor, 7 em Nova Odessa e 6 em Paulínia

Encerrado no último sábado (26/09) o prazo para a solicitação de registro de candidato para as Eleições Municipais de 15 de novembro, os partidos políticos das cinco cidades da área de cobertura do Jornal Tribuna Liberal acabaram protocolando na Justiça Eleitoral um total de 32 candidaturas. Ou seja, surgiram mais duas candidaturas desde o mais recente levantamento realizado pela reportagem junto a partidos e lideranças de cada cidade, no último dia 25/09, logo após o término do prazo para a realização das convenções partidárias.
São quatro chapas em Sumaré, oito em Hortolândia, sete em Monte Mor, sete em Nova Odessa e seis em Paulínia (veja quadro ao lado). Desta vez, as informações são oficiais, e foram retiradas na segunda-feira (28/09) diretamente do hotsite criado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para permitir o acompanhamento do processo eleitoral pelos cidadãos brasileiros – o DivulgaCand, disponível em http://divulgacandcontas.tse.jus.br/.
Desenvolvida pelo TSE, a ferramenta permite consultar as candidaturas por município e cargo, acessar informações detalhadas sobre a situação dos candidatos que pediram registro de candidatura, bem como todos os dados declarados à Justiça Eleitoral, inclusive informações relativas às prestações de contas dos concorrentes. À medida que os candidatos solicitam seus registros à Justiça Eleitoral, o TSE divulga todos os dados do concorrente no sistema.
Publicados os editais contendo os pedidos de registro em cada cidade, os candidatos, partidos, coligações e o Ministério Público têm agora 5 dias para pedir a impugnação dos pedidos. No mesmo prazo, qualquer cidadão pode apresentar “notícia de inelegibilidade” de um candidato à Justiça Eleitoral.
A situação de todas as 32 candidaturas aparecia ainda no sistema como “aguardando julgamento”. Isto porque a Justiça Eleitoral tem agora que analisar toda a documentação e verificar se todos os requisitos para ser candidato foram atendidos por cada nome.
No entanto, segundo o calendário eleitoral deste ano, até o próximo dia 26 de outubro (20 dias antes das Eleições), todos os pedidos de registro de candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador, inclusive os impugnados e os respectivos recursos, devem ser julgados e publicadas pelas instâncias ordinárias.
Independente do julgamento do pedido de registro, os candidatos já podem fazer propaganda eleitoral desde domingo (27/09), seguindo as rígidas regras impostas pela legislação.

NOMES
Quanto aos nomes e perfis dos candidatos, o primeiro fato que chama a atenção no quadro regional é que são apenas cinco candidatas mulheres a prefeita, o equivalente a apenas 15,6% – sendo três delas em Monte Mor, uma em Hortolândia e uma em Paulínia. Ou seja, Sumaré e Nova Odessa sequer têm candidatas nas Eleições deste ano, apenas homens concorrendo ao cargo máximo do Executivo de cada cidade.
Também chama a atenção a grande quantidade de “doutores” (entre médicos e advogados): dentre os 32 candidatos nas cinco cidades, 7 vão ter as siglas “Dr” ou “Dra” à frente do nome escolhido para aparecer nas urnas. Há ainda dois “professores”, um “capitão” e um “sargento”. Quem também faz menção à própria profissão é “Silvia da Reciclagem” (Silvia Andreia dos Santos Silva, candidata do PT em Monte Mor).

RECORDE
Em todo o Brasil, o número de candidatos inscritos nas Eleições Municipais deste ano bateu recorde, com 542.352 pedidos de registros, segundo o TSE. Esse quantitativo deve sofrer alguma alteração, pois as solicitações ainda precisam ser aprovadas pela corte. Em 2016, o TSE havia recebido 496.927 solicitações de candidaturas, sendo que 5,62% foram rejeitadas pela Justiça Eleitoral.
Para o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, os números indicam que “a pandemia não arrefeceu o ânimo de participação dos candidatos” e da sociedade, uma vez que houve acréscimo no número de mesários voluntários que se apresentaram, revelando um aumento expressivo em relação às Eleições de 2016. Segundo ele, isso “demonstra o desejo de participação democrática da população brasileira, mesmo com os cuidados que se impõem”.

Terça-feira, 29 de Setembro de 2020

Veja Também

Região registra mais 40 casos positivos de Covid-19, mas nenhum óbito em 24h

Prefeitura de Sumaré decide deixar de informar quadro diário de casos positivos e óbitos pelo ...