Polícia prende em Hortolândia um suposto ‘disciplina’ do PCC

Vídeo localizado no celular do suspeito mostra a realização de “tribunais do crime” pela facção criminosa, que age dentro e fora dos presídios

A Polícia Militar prendeu um homem acusado de atuar como “disciplina” na hierarquia do PCC (Primeiro Comando da Capital). Sua função era de repassar as ordens das “lideranças”, bem como solicitar a realização de tribunais para decidir o futuro de membros. Eles atuavam como assistentes de acusação ou defesa, dependendo do caso. O suspeito foi localizado dentro de um carro, na Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (a SP101), no Jardim Amanda, na entrada de Hortolândia.
Os policiais fizeram uma pesquisa e descobriram que ele tinha mandado de prisão preventiva decretada pela Justiça, por envolvimento em roubo. No celular apreendido com o suspeito, os PMs também localizaram vídeos sobre as realizações de tribunais do crime da facção.
A abordagem ao carro do suspeito ocorreu por volta das 17h30, da terça- -feira (22), próximo ao quilômetro 115 da rodovia. O acusado, que estava no interior de um VW Gol, teria demonstrado muito nervosismo, ao perceber a aproximação dos policiais e teria parado o seu veículo no acostamento, simulando estar quebrado.
Os policiais fizeram a abordagem e em busca pessoal no condutor nada de ilícito foi localizado, contudo, após a realização de uma pesquisa, os policiais descobriram que ele era foragido da Justiça. Seu mandado de prisão preventiva foi decretado em 18 de setembro de 2020 pela 1ª Vara da Comarca de Itapira. Em conversa informal com os PMs, ele teria autorizado verificar os dados em seus telefones celulares, onde havia diversos vídeos simulando uma audiência (o “tribunal do crime”).
Ele acabou confessando que atuava na “Disciplina do Crime” na cidade de Hortolândia. Com o apoio das viaturas da PM de Monte Mor e Hortolândia, o homem foi conduzido até o Plantão Policial. O delegado Fernando Bueno de Castro determinou as apreensões do celular e veículo, usado pelo acusado e depois ele foi recolhido na Cadeia de Sumaré.

“DISCIPLINA”
Na hierarquia do PCC, como “disciplina”, ele atuaria na resolução de conflitos no submundo do crime, atuando no setor de “justiça” do PCC, poderia resolver alguns problemas no bairro e até provocar um tribunal do crime, junto com lideranças do PCC. Dependendo do caso, poderia atuar tanto na acusação como também na defesa, de acordo com especialistas em segurança.

Quinta-feira, 24 de Setembro de 2020

Veja Também

Adolescente é detido com drogas no Jd. São Jorge, em Hortolândia

Um adolescente foi flagrado com drogas, durante uma abordagem, que ocorreu às 17h de terça-feira ...