Busca ativa combate os criadouros do Aedes aegypti em Hortolândia

Em meio à pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura de Hortolândia se mantém vigilante no enfrentamento a outras doenças. Uma delas é a Dengue. Nesta semana, a UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses), órgão da Secretaria de Saúde, realiza visitas a residências nas regiões do Remanso Campineiro, Jardim das Paineiras, Jardim Santana, Parque dos Pinheiros, Jardim Mirante, Jardim Santa Clara do Lago 1 e 2, e Jardim Villagio Ghiraldelli para fazer busca ativa de focos de criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor dos vírus da dengue e de outras doenças.
Nas visitas, os agentes da UVZ orientam moradores, distribuem panfletos explicativos e fazem busca ativa de possíveis focos do mosquito. Constatada a existência de criadouros, eles são eliminados durante a própria visita. “Caso sejam encontradas larvas do Aedes aegypti, os agentes coletam amostras das larvas para identificação em laboratório”, explica o veterinário do órgão, Evandro Alves Cardoso.
A Prefeitura salienta que a população também deve fazer sua parte e colaborar na prevenção e no combate ao mosquito. Uma atividade útil é limpar a casa e, assim, eliminar possíveis focos de criadouros de larvas do Aedes aegypti, que, além da dengue, também causa zika e chikungunya.
Para isso, basta fazer algumas tarefas simples, tais como manter tampados tonéis, barris e caixas d´água, colocar telas em ralos e mantê-los limpos, deixar garrafas com a boca virada para baixo e encher os pratinhos de vasos de plantas com areia até a borda. De acordo com a Secretaria de Saúde, 80% dos focos de Dengue estão nas casas. A UVZ salienta ainda que, com chegada do período de chuvas, a população deve reforçar esses cuidados.
Segundo a Secretaria de Saúde, Hortolândia registrava até semana passada um total de 998 casos positivos de dengue em 2020.

Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

Veja Também

Sexta-feira é dia de vestir branco em combate à violência contra a mulher

Nesta sexta-feira (04/12), vista branco pelo fim da violência contra a mulher. O convite da ...