Idosos do ‘Clube de Leitura 6.0’ leem o dobro da média brasileira

Beneficiados pelo projeto leem 10 livros, contra média nacional de 4,95, aponta pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil”

A Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, em parceria com a Fundação Observatório do Livro e da Leitura, promove o “Clube de Leitura 6.0” visando a organização de encontros para propiciar aos idosos uma melhor qualidade de vida e incentivar o entretenimento cultural saudável, no qual todos os participantes devem ler pelo menos 10 livros durante um ano.
Por meio de recursos captados via Fundo Estadual do Idoso, a iniciativa tem colaborado para que mais de 760 idosos paulistas, distribuídos por 26 cidades do Estado – incluindo Sumaré – leiam mais que o dobro da média brasileira.
Segundo a última edição da pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil”, que foi divulgada na última segunda-feira, 14 de setembro, pelo Instituto Pró-Livro e Itaú Cultural, a quantidade anual média de livros lidos por habitante no país é de 4,95.
“Com os dados revelados pela pesquisa, que é a mais ampla e relevante sobre o tema, fica mais evidente a importância de valorizarmos projetos como este, que são fundamentais para a saúde mental e emocional dos idosos, estimulando o envelhecimento ativo por meio da leitura, além de apoiar a inclusão digital deles” disse Célia Parnes, secretária de Desenvolvimento Social do Estado.
A OMS (Organização Mundial da Saúde) preconiza o envelhecimento ativo como um processo de otimização das oportunidades de saúde integral, participação e segurança, com o intuito de aprimorar a qualidade de vida das pessoas na medida em que envelhecem.
“Neste contexto, ações coordenadas pela pasta do Desenvolvimento Social visam contribuir no processo de envelhecimento saudável, oferecendo a esta população novas perspectivas para escreverem os capítulos de suas histórias.”, finaliza a secretária.
Por isso, o hábito da leitura agrega muitos benefícios. Dentre eles, pode retardar o surgimento ou a progressão de doenças neurológicas degenerativas; pode diminuir a exposição ao isolamento; pode minimizar a incidência de depressão por estimular a imaginação; além de ajudar a memória e prevenir de doenças como o Alzheimer.
Vale lembrar que os encontros do “Clube de Leitura 6.0” foram iniciados de forma presencial antes da pandemia da Covid-19. Com a propagação do contágio e a recomendação dos órgãos de saúde para a população manter o distanciamento social, foi necessário a adaptação dos encontros para o universo virtual.
A ação proposta pela entidade dispõe de mais de 20 mil títulos de eBooks, emprestados virtualmente, e funciona com dois tipos de frequência. Há os encontros semanais com leituras coletivas que são direcionados para os idosos com dificuldades para ler e/ou baixa autonomia para acessar os livros digitais.
Neste caso, a leitura é dividida em trechos durante quatro semanas resultando na conclusão de um livro por mês. Já nos encontros quinzenais, direcionado aos idosos mais desenvoltos, há conversas e debates sobre o livro lido na quinzena anterior.
O modelo mais popular do projeto é a reunião entre os membros em uma sala virtual pelo Google Meet com duração média de uma hora. Em outros clubes, as conversas ocorrem pelo WhatsApp com as chamadas em grupo ou com a troca de áudios, mensagens de texto e fotos postadas pelos idosos participantes.

SERVIÇO
O “Clube de Leitura 6.0” é uma iniciativa destinada a idosos acima de 60 anos cujo intuito é propiciar um maior bem-estar físico e emocional à população idosa para um envelhecimento ativo e com qualidade de vida com ações que possibilitem maior convivência social, escuta empática, diálogo, entretenimento cultural saudável, resgate e preservação da memória, acesso às novas tecnologias, empoderamento, maior autonomia e desenvolvimento pessoal.
O projeto terá um ano de duração e a intenção é beneficiar cerca de mil idosos, com acesso a uma biblioteca digital com um acervo de 20 mil títulos de todos os gêneros. Para se inscrever basta preencher um formulário pelo link http://forms.gle/vqrpLyGb5iGcXaLC7.

Domingo, 20 de Setembro de 2020

Veja Também

Justiça confirma a candidatura de Perugini à reeleição em Hortolândia

Juíza entendeu que rejeição das contas de 7 convênios não caracteriza as situações previstas na ...