Sala de aula vazia

Sumaré mantém as aulas remotas na Rede Municipal e escolas conveniadas

Instituições privadas podem ter atividades presenciais seguindo protocolos do Plano São Paulo e normas complementares

Seguindo o que tem sido feito por muitas cidades paulistas nos últimos dias, o Comitê Intersetorial para Ações de Retorno às Aulas Presenciais de Sumaré definiu pela manutenção, por tempo indeterminado, das aulas remotas (online) na Rede Pública Municipal de Ensino e nas escolas conveniadas à Prefeitura. As aulas presenciais estão suspensas na Rede Municipal desde o último dia 23 de março, quando começou a quarentena estadual.
Segundo a gestão sumareense, a decisão “leva em consideração que o atual momento da pandemia do novo coronavírus requer a continuidade dos bons níveis de proteção individual e coletiva”.
A decisão foi tomada após a realização de pesquisa de opinião junto à comunidade escolar, pais de alunos e responsáveis das escolas municipais e conveniadas, em que 87% das 12.636 respostas obtidas optaram pelo não retorno das atividades presenciais neste momento da pandemia de Covid-19.
“Assim, as aulas seguem sendo realizadas com o apoio de recursos tecnológicos e/ou atividades impressas disponibilizadas pela Secretaria Municipal de Educação. No entanto, a flexibilização e reabertura das escolas municipais e conveniadas, de forma gradual, consciente e responsável, seguirá sendo avaliada periodicamente pelo Comitê”, acrescentou a gestão.
“A pandemia do novo coronavírus ainda não acabou. Precisamos prevenir os riscos de infecção pela Covid-19 aos estudantes matriculados nas Unidades da Rede Municipal de Ensino, aos profissionais de Educação e demais pessoas que trabalham ou frequentam os espaços”, justificou em nota o secretário municipal de Educação, Waltair Pereira Lucas.
No caso das instituições privadas de Educação Básica, de Educação Profissional e Ensino Superior, fica a critério da coordenação de cada unidade o retorno das atividades presenciais, desde que atendam aos protocolos sanitários estabelecidos pelo Plano São Paulo e também a qualquer outra norma complementar determinada pela Secretaria Municipal de Educação.

NA REGIÃO
Cada município tem autonomia para autorizar ou não a volta dos alunos. A Prefeitura de Hortolândia informou que segue o calendário e as determinações do Governo do Estado, que por sua vez autorizou a volta dos alunos às escolas da Rede Estadual no último dia 08/09, para atividades de reforço, e a partir de 07/10, definitivamente, ainda que com restrições. As aulas da Rede Municipal continuam em regime remoto, com ferramentas como o Blog Educação. Já a Rede Particular da cidade pode ter aulas presenciais desde 14/09.
Em Monte Mor, a Secretaria Municipal não autorizou a volta em 08/09, e informou ter realizado uma recente pesquisa de opinião junto à comunidade escolar da cidade na qual 94% das pessoas se declararam contrárias à volta das aulas presenciais neste momento. “A Prefeitura também realiza ainda 500 testagens na comunidade escolar para avaliar o grau de contaminação de alunos e professores da Rede Municipal. As testagens terminam nesta quarta-feira”, relembrou a gestão.
Em Nova Odessa, as aulas presenciais nas escolas municipais, estaduais e particulares seguem suspensas por decreto ao menos até o próximo dia 07 de outubro. A medida foi adotada com base em parecer da Vigilância Epidemiológica apontando que a curva de contágio “registra avanço tanto em número de casos como de mortes por Covid-19”.
“A falta de retaguarda para eventual necessidade de atendimento de crianças contaminadas pelo novo coronavírus foram determinantes para a recomendação dos técnicos para que não haja retomada em setembro. Um novo parecer será elaborado até o final deste mês pelo órgão, que é vinculado à Secretaria de Saúde, e servirá de base para que a Administração Municipal decida pela retomada ou não das aulas presenciais na cidade a partir de outubro”, destacou a gestão novaodessense.
Paulínia informou apenas que ainda não há previsão de data para retomadas das aulas presenciais na Rede Municipal.

Quarta-feira, 16 de Setembro de 2020

Veja Também

Grupos considerados de direita se organizam para Eleição Municipal

Grupos considerados de direita se organizam para Eleição Municipal Candidatos de partidos considerados como de ...