Sumaré tem mais 2 óbitos por Covid, mas apenas 9 casos positivos em 24h

Total de mortos na cidade vai a 204; com 79 novos positivados, microrregião vai a 14.403 infectados pela doença

A Prefeitura de Sumaré informou na sexta-feira (11/09) o registro de mais dois óbitos causados pelo novo coronavírus, elevando o total de moradores mortos pela Covid-19 a 204. As novas vítimas são um idoso de 81 anos que faleceu dia 24/07 e outro idoso de 83 anos que faleceu dia 11/09, ambos na UPA 24h Macarenko. Por outro lado, a cidade registrou ontem “apenas” mais 9 casos positivos da doença, devidamente confirmados em exames laboratoriais. É a menor variação de casos em 24 horas desde 16 de junho, uma terça-feira, quando foram confirmados 5 “positivados” – ou seja, mais de 12 semanas atrás.
Em 19 de agosto (uma quarta-feira), por exemplo, em função de uma mudança de critérios de confirmação de novos casos adotada pela Vigilância Epidemiológica e pela “liberação” de casos que “estavam retidos no banco de dados”, a cidade registrou 741 novos positivos em apenas 24 horas, a maior variação diária dentre todas as cidades da microrregião desde o início da pandemia – e isto apenas um dia depois de registrar 247 novos positivos numa terça-feira em que não houve mudanças técnicas.
Com os 9 novos casos positivos de ontem, Sumaré chegou a 5.513 pacientes testados e positivados para a Covid-19, com taxa de incidência de 1.951,91 infectados para cada grupo de 100 mil habitantes – a terceira maior das cinco cidades acompanhadas diariamente pela reportagem, atrás de Monte Mor (2.250,22 por 100 mil) e Paulínia (2.971,93). A média da região é de 1.939,37.
Sumaré foi também o único município da área de cobertura do Jornal Tribuna Liberal a registrar novas mortes pelo vírus na sexta-feira, elevando o total de vítimas fatais da região a 471. A cidade tem, no entanto, o maior número de vítimas fatais da região (204), e a maior incidência de óbitos: já são 72,23 para cada grupo de 100 mil pessoas. Em segundo lugar vem Paulínia, com 65,80 – para uma média regional de 63,42.
No total, as cinco cidades informaram na sexta-feira mais 79 novos casos positivos da doença, chegando a um total de 14.403 infectados desde o início da pandemia. A região soma ainda 2,6 mil pessoas aguardando resultados de exames, 216 internados (8 a mais que no dia anterior) e 13,2 mil já consideradas curadas da doença, o que representa 91,8% do total de positivados desde março. A taxa de letalidade permanece em 3,3% do total de testados e positivados.
No último período de 7 dias (uma semana), a região registrou mais 583 casos positivos e 18 óbitos pela Covid-19, e nos últimos 30 dias (um mês), foram informados pelas prefeituras um total de 4.994 novos casos positivos e 111 óbitos.

ESTADO E PAÍS
Na sexta-feira (11/09), o Estado de São Paulo chegou à marca de 32.338 óbitos e 882.809 casos confirmados do novo coronavírus. Entre o total de casos, 724.142 pessoas já estão recuperadas, das quais 97.566 tiveram de ser internadas e tiveram alta hospitalar. Outras 10.631 pessoas continuam internadas no Estado, das quais 4.556 em UTIs, cuja taxa de ocupação é de 52,5%.
Por fim, o painel online do Ministério da Saúde apontou na sexta-feira o registro de mais 43.718 casos positivos em 24 horas, elevando o total de infectados pela pandemia a 4.282.164 em todo o país, além de mais 874 novos óbitos, elevando o total de vítimas fatais da Covid-19 no Brasil a 130.396. A taxa nacional de letalidade caiu para 3,0% dos testados e positivados para a doença.

Sábado, 12 de Setembro de 2020

Veja Também

Atividade industrial do Brasil segue em recuperação, com alta de vagas

Sondagem da Confederação Nacional da Indústria indica que atividade já voltou ao patamar “pré-crise” A ...