Guerrilha FC: ‘futebol amador é nossa essência, com muita honra, garra e determinação’

Guerrinha Futebol Clube é uma agremiação futebolística fundado em 17 de maio de 2018, no Bairro Santo André na cidade de Hortolândia interior de São Paulo. Curiosamente nasceu da ideia de três amigos em montar um time de futsal para participar de algumas competições que não fossem somente no bairro.
Os fundadores do clube são também os idealizadores da formação do time de futsal, Fellipe Lima, Paulo Miguel e Vinicius de Souza. Na época teve uma grande crescente, sendo até uma vitrine para alguns atletas, logo o clube imigrou para o campo com o objetivo de ser um revolucionário no futebol amador de Hortolândia.
O nome Guerrilha vem encontro do objetivo do clube ser um revolucionário no futebol amador de Hortolândia. As cores oficiais são vermelho, preto e branco, para agradar os diretores, atletas e simpatizantes que torcem para o São Paulo e Flamengo que são integrantes do clube.
São pouco mais de dois anos da data de fundação, neste período algumas personalidades se destacaram como o atleta Pedro Teixeira, também conhecido como Pedrinho. Ele está no clube desde o início, além de ser titular absoluto jogando como médio-volante, ajuda e contribuiu com as financias do clube, exercendo uma função de captador de recursos financeiros ou materiais para a manutenção da equipe.
Com o seu jeito novo de pensar, jogar e fazer futebol; Uma verdadeira revolução. Uma equipe jovem (jogadores e comissão técnica), que pensa o futebol de uma forma ousada e diferente. E isso deu certo logo no primeiro ano de amador, com o acesso a 2° divisão e com o título da 3° divisão do futebol de Hortolândia.
Mesmo sendo time revolucionário, porém recente no cenário futebolístico, o Guerrilha não possui uma torcida organizada, os que dão o tom ao clima vibrante no alambrado, dando apoio moral ao time ou até mesmo intimidando os adversários, são familiares e amigos dos atletas e dirigentes do clube.
O Guerrilha, como qualquer outro time militante no futebol amador tem suas dificuldades, como transportes e financeiras para arcar com os custos das competições. Na era digital, o clube criou uma fanpage no Facebook como plano de marketing para divulgar sua imagem e hospedar sua “loja virtual” na comercialização de camisas e produtos com sua marca.
Segundo a diretoria, o plano para a próxima temporada é manter a equipe na segunda divisão, pelo menos no primeiro ano. “Sabemos que iremos enfrentar equipes tradicionais e bem-estruturadas, que tem como o principal objetivo o acesso, entretanto, vamos disputar com humildade e temos atletas que podem fazem diferença e surpreender a todos com a classificação para elite do amador de Hortolândia.

Sábado, 12 de Setembro de 2020

Veja Também

O futebol de várzea é um importante instrumento social

Sumaré possuiu campos de futebol espalhado pelos quatro cantos da cidade principalmente na periferia onde ...