Com dois óbitos em 24h, vítimas da Covid-19 na região já são 469

Prefeituras confirmaram mais 123 casos da doença, totalizando 14,3 mil infectados; Sumaré passa dos 5,5 mil positivos

Com mais dois óbitos pela Covid-19 registrados nas últimas 24 horas, informados na quinta-feira (10/09) pelas prefeituras de Sumaré e Paulínia, a área de cobertura do Jornal Tribuna Liberal chegou a 469 mortos pelo novo coronavírus desde o início da pandemia, em março. As cinco prefeituras acompanhadas diariamente confirmaram ainda mais 123 casos positivos da doença, elevando o total de infectados na microrregião a 14.324.
Assim, a taxa de letalidade da doença permanece nos mesmos 3,3% do total de pacientes que testaram positivo. Conforme mais pacientes são testados, a tendência é que esta incidência caia, já que os epidemiologistas estimam que o número real de contaminados pelo vírus é várias vezes superior ao oficial.
Já as incidências subiram na quinta-feira para 1.928,74 casos confirmados e 63,15 óbitos para cada grupo de 100 mil moradores da microrregião. As incidências tendem a aumentar com o tempo, conforme a pandemia avança.
A região também tinha, na quinta-feira, 2,6 mil pacientes considerados “suspeitos”, ainda aguardando os resultados de exames laboratoriais ou de levantamento de sua situação clínica, além de 208 pacientes ainda internados (outro número que vem caindo dia a dia) e 13,1 mil já considerados curados – o equivalente a 91,9% do total de testados e “positivados” para a doença.
Também na quinta-feira, Sumaré ultrapassou a marca dos 5,5 mil casos confirmados da Covid-19, com 202 óbitos – perfazendo incidências de 1.948,73 casos e 71,52 mortes pelo novo coronavírus, a maior da região. A nova vítima fatal na cidade, a de número 202, é uma mulher idosa, de 67 anos, com comorbidades (fatores de risco) que faleceu no próprio dia 10/09 na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) 24h do Jardim Macarenko.
Já em Paulínia, cidade que tem a maior incidência de casos da microrregião (2.965,53 positivos para cada 100 mil pessoas), o Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus confirmou o caso fatal de número 72. A vítima trata-se de um paciente do sexo masculino, de 61 anos, com antecedente de diabetes (uma comorbidade). Ele apresentou sintomas respiratórios dia 1º/09, sendo internado cinco dias depois no HMP (Hospital Municipal de Paulínia), onde não resistiu e foi a óbito na quarta-feira (09/09).
Nova Odessa permanece com a menor incidência de casos, 1.189,88 para cada 100 mil pessoas, enquanto Hortolândia tem a menor incidência de óbitos da microrregião, de “apenas” 54,15.

ESTADO E PAÍS
O Estado de São Paulo chegou na quinta-feira a 32.104 óbitos e 874.754 casos confirmados do novo coronavírus. Desse total, 722.025 pacientes já estão recuperados da doença, sendo que 96.857 chegaram a ser internados e tiveram alta hospitalar. Outros 10.597 continuam internados, dos quais 4.536 em leitos de UTI – cuja taxa de ocupação caiu para 52,8% no Estado.
Por fim, o painel online do Ministério da Saúde apontou ontem mais 40.557 casos positivos em 24 horas, elevando o total de infectados no Brasil a 4.238.446 desde o início da pandemia, além de mais 983 óbitos causados pela Covid-19, elevando o total a 129.522. A taxa nacional de letalidade do vírus está em 3,1% dos testados e positivados.

Sexta-feira, 11 de Setembro de 2020

Veja Também

Cidades registram mais 101 casos e 5 óbitos pela Covid-19 em 24 horas

Número de óbitos na região chegou a 537 desde o início da pandemia; nas cinco ...