Monte Mor, Nova Odessa e Paulínia vetam o retorno de aulas presenciais

Governo do Estado esperava começar retomada da volta dos alunos na 3ª-feira, para atividades de reforço escolar

As Prefeituras de Monte Mor, Nova Odessa e Paulínia não autorizaram o retorno às aulas dos alunos da Rede Estadual de Ensino com no máximo 20% dos alunos por dia, marcado para a terça-feira (08/09) inicialmente para atividades de reforço escolar. As aulas presenciais estão suspensas em todas as redes desde março em função da quarentena causada pela pandemia de Covid-19. O retorno das aulas normais nas redes pública e privada do Estado continua previsto apenas para o próximo dia 07 de outubro, ainda que com restrições e menor número de alunos.
Hortolândia publicou na sexta-feira, 04/09, um decreto autorizando a retomada das aulas na rede particular a partir de 14/09, com regras que ainda serão detalhadas. No entanto, a Prefeitura da cidade confirmou em nota que segue a determinação estadual, ou seja, que as aulas de reforço podem recomeçar imediatamente na Rede Estadual. Questionada, a Prefeitura de Sumaré não informou, até o fechamento desta edição, se autorizaria ou não o início do retorno gradual das aulas presenciais nas unidades locais da Rede Estadual.
Até o final da tarde, a própria Secretaria Estadual de Educação confirmou que “apenas” 128 das 645 prefeituras paulistas haviam autorizado a volta das aulas presenciais em seus respectivos municípios, em cerca de 200 unidades da Rede.
O Estado também confirmou que a autorização ou não para colocar em prática o plano de retomada das aulas dependia, em cada cidade, da decisão da respectiva gestão municipal, levando em conta questão de vigilância em Saúde e também o “interesse” dos pais e alunos. Mesmo o retorno no dia 08/09 para recuperação “não é obrigatório e deve ocorrer ou não mediante escuta da comunidade escolar”, segundo o Governo.
Na área do Jornal Tribuna Liberal, são cerca de 60 mil alunos matriculados na Rede Estadual, distribuídos em 84 EEs (Escolas Estaduais). Apenas na área da Direção de Ensino de Sumaré, são 67 escolas em três municípios (Sumaré, Monte Mor e Hortolândia), nas quais estudam 49,5 mil alunos, além de cerca de 2 mil professores.

DECRETO
A Prefeitura de Nova Odessa, por exemplo, publicou ontem um decreto municipal proibindo até o dia 07 de outubro as aulas presenciais em escolas públicas (municipais ou estaduais) e também particulares da cidade. A determinação foi baseada em parecer apresentado pela Secretaria Municipal de Saúde.
Segundo o decreto, as aulas na Rede Municipal novaodessense continuarão sendo realizadas remotamente, através do programa “Aprender em Casa”, que oferece atividades impressas – preparadas e distribuídas pela Secretaria de Educação, resolvidas pelos alunos e devolvidas aos professores para correção – e conteúdo complementar disponibilizado em plataforma acessível no site oficial da Prefeitura.
Os alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental também assistem a aulas online transmitidas pela TV Cultura e disponibilizadas pelo Centro de Mídias da Educação de São Paulo, por meio de parceria entre a Prefeitura e a Secretaria Estadual de Educação.
“A medida foi adotada com base em parecer elaborado pela Vigilância Epidemiológica. A curva de contágio no município, que registra avanço tanto em número de casos como de mortes por Covid-19, e a falta de retaguarda para eventual necessidade de atendimento de crianças contaminadas pelo novo coronavírus foram determinantes para a recomendação dos técnicos para que não haja retomada em setembro”, justificou a Prefeitura de Nova Odessa.
Um novo parecer será elaborado até o final deste mês pelo órgão municipal, que é vinculado à Secretaria de Saúde, e “servirá de base para que a Administração Municipal decida pela retomada ou não das aulas presenciais na cidade a partir de outubro”.
Entre as escolas particulares, o decreto municipal abre a possibilidade para a retomada de aulas presenciais em cursos na área de Saúde oferecidos por instituições de Ensino Superior e Educação Profissional de Nova Odessa.

Quarta-feira, 9 de Setembro de 2020

Veja Também

Nova Odessa autoriza aulas presenciais em particulares e mantém EAD na Rede

Salões de festas e espaços culturais também poderão retomar atividades com restrições a partir de ...