Anderson Trindade, uma pessoa dedicada ao bem-estar da comunidade

Pode-se dizer que Anderson Trindade de Oliveira é uma pessoa que o esporte, em questão futebol, faz parte plenamente de sua vida. Anderson inspira confiança pela suas atitudes responsável, transparente e humilde, age com razão e dedicado com a comunidade e ama acima de tudo sua família.
Anderson, 38 anos, paulistano, casado com Daiane Pardim, pai de dois filhos, Gustavo (20 anos) e Gabrielly (18), formado em Gestão Pública pela Unip, ressalta que a sua família é a razão para seguir a frente, é nela que busca a inspiração para dar a volta por cima, para superar as provas de fogo que a vida propõe.
O esporte é essencial na vida deste paulistano que ama o futebol. Para ele, o futebol tem o poder de transformação na luta por uma vida mais saudável e na inclusão social, que deve ser adotado como forma de melhorar a convivência na sociedade e na promoção da paz social.
Anderson como a maioria dos meninos, ganhou de seu pai uma bola de futebol, ali nascia à cumplicidade que dura até os dias de hoje. Sonho inegável de querer ser um jogador de futebol famoso o levou fazer vários testes nas categorias de bases dos times profissionais, Ponte Preta, Guarani, Rio Branco, entre outros, sempre bem avaliado, fez gols em todas as avaliações, mas não ingressou em nenhum deles.
Mesmo não jogando na base dos clubes profissionais, Anderson seguiu jogando futebol na várzea atuando como médio-volante, sua principal características é a facilidade na ligação da defesa para o ataque, firme na marcação e com bom passe, às vezes se passava por um meia-armador dando volume ofensivo surpreendendo o time adversário.
Anderson jogou em vários times da região, Torino da cidade de Americana, Palestra, Grêmio Maria Antonia, America Maria Antonia e por último no Gama, onde aparentemente pendurou as chuteiras e assumiu a presidência do clube em 2017.
Sempre com bom relacionamento na comunidade e procurando proporcionar o bem-estar das pessoas, busca através do futebol incentivar as crianças e jovens, para que se tornem não só atletas e sim pessoas com valores éticos e dignos para que sejam respeitadas perante a sociedade. “Falo para eles que não cometam os erros que cometi que possam construir seus próprios sonhos e que busquem sempre o bem.”
Anderson busca parcerias para viabilizar seu projeto de cunho social destinado as crianças, jovens e adolescentes da região do Jardim Maria Antonia. Projeto tem como objetivo usar o esporte como ferramenta social para levar princípios e valores morais, além de incentivar a prática esportiva como atividade física proporcionando o bem-estar e uma melhor qualidade de vida.
Anderson é uma pessoa que tem o carisma da comunidade e conta com o apoio da sua família em seus projetos, isso o valoriza muito. Nas horas vagas gosta de lê um bom livro, assistir um bom filme, e principalmente está ao lado da sua família.

Sábado, 29 de Agosto de 2020

Veja Também

O futebol de várzea é um importante instrumento social

Sumaré possuiu campos de futebol espalhado pelos quatro cantos da cidade principalmente na periferia onde ...