Formação superior é fundamental para manutenção do emprego na pandemia

Pesquisas apontam que profissionais com faculdade garantem maior presença no mercado de trabalho e têm menores índices de desocupação

A pandemia causada pelo novo coronavírus trouxe grandes desafios e impactos para a sociedade e, entre eles, dificuldades no mercado de trabalho. Empresas precisaram se adaptar a esse novo cenário de incertezas, levando à redução de custos e cortes de empregos. Para o “novo normal”, torna-se ainda mais importante discutir sobre o papel da Educação e para a carreira profissional.
Pesquisas mostram que o diploma de Ensino Superior continua sendo umas das credenciais mais valorizadas pelas organizações no enfrentamento da crise, uma vez que precisam contar com profissionais qualificados para sobreviverem e se reinventar. Dados recentes do Instituto Semesp, por exemplo, mostram que as chances de pessoas com Formação Superior ficarem desempregadas é 54% menor quando comparadas às que possuem Ensino Médio ou Fundamental completo.
A 10ª edição do Mapa do Ensino Superior no Brasil, divulgada em maio deste ano também do Instituto Semesp, trouxe informações semelhantes: é significativa a contribuição da graduação para o aumento da renda, além dos profissionais com diploma serem menos afetados com a crise que teve início em 2015 no Brasil e que causou a redução na variação do número de empregos formais no país.
Para Marco Antônio Torres, diretor das unidades da Anhanguera de Sumaré e Limeira, a qualificação continua sendo determinante para que o profissional seja considerado habilitado a ocupar uma vaga de trabalho e dentro do perfil exigido pelas empresas. “As empresas valorizam o capital intelectual e, quando falamos em empregabilidade, um dos fatores que certamente faz toda diferença é a formação acadêmica. Quanto maior o nível de escolaridade, maiores serão as chances de conseguir um emprego e de competir por melhores oportunidades”, afirma.
Ainda de acordo com Marco Antônio Torres, se recolocar no mercado de trabalho ou conquistar novos desafios na carreira depende muito da adaptação do profissional diante desse novo cenário de mudanças, do desenvolvimento de competências que permitam que ele acompanhe as transformações do mercado de trabalho.
“Os profissionais de todas as áreas de atuação precisam, principalmente neste momento, buscar novos aprendizados e adquirir conhecimentos em áreas multidisciplinares – o que só é possível por meio da educação. Com a concorrência mais acirrada, a Formação Superior, as habilidades de relacionamento e as competências digitais são fundamentais para manter a empregabilidade e minimizar os riscos do desemprego”, completa.

SOBRE A ANHANGUERA
Fundada em 1994, a Anhanguera já transformou a vida de mais de um milhão de alunos, oferecendo Educação de qualidade e conteúdo compatível com o mercado de trabalho em seus cursos de graduação, pós-graduação e extensão, presenciais ou a distância.
Presente em todos os estados brasileiros, a Anhanguera presta inúmeros serviços gratuitos à população por meio das Clínicas-Escola na área de Saúde e Núcleos de Práticas Jurídicas, locais em que os acadêmicos desenvolvem os estudos práticos. Focada na excelência da integração entre Ensino, Pesquisa e Extensão, a Anhanguera oferece formação de qualidade e tem “em seu DNA a preocupação em compartilhar o conhecimento” com a sociedade também por meio de projetos e ações sociais. Em 2014, a instituição passou a integrar a Kroton. Para mais informações, acesse https://www.anhanguera.com.

SOBRE A KROTON
A Kroton, que faz parte da holding Cogna Educação, uma companhia brasileira e uma das principais organizações educacionais do mundo, atende ao mercado B2C do Ensino Superior, levando educação de qualidade em larga escala. Presente em mais de 900 municípios em todo Brasil, a companhia conta com 176 unidades próprias, 1.410 polos de ensino a distância e 846 mil estudantes, sob as marcas Anhanguera, Fama, Pitágoras, Unic, Uniderp, Unime e Unopar. Transformar a vida das pessoas por meio da Educação, formando cidadãos e preparando profissionais para o mercado, é a missão da instituição, que trabalha para continuar concretizando sonhos em todos os cantos do país.

Domingo, 16 de Agosto de 2020

Veja Também

Campinas descarta aula presencial na Rede Municipal ainda neste ano

As aulas presenciais na Rede Municipal de Ensino de Campinas serão retomadas somente no início ...