Por conta da pandemia, Estado suspende vacinação antirrábica

A Campanha de Vacinação Antirrábica foi suspensa este ano no Estado de São Paulo por causa da crise sanitária provocada pelo novo coronavírus (causador da Covid-19). A informação foi recebida pelo Setor de Zoonoses da Prefeitura de Nova Odessa na segunda-feira (10/08), por meio de nota técnica enviada pelo Instituto Pasteur, órgão do Governo Estadual. A imunização ocorreria neste mês.
As vacinas são encaminhadas pelo governo federal ao Estado, que é responsável por fornecer as doses aos municípios. É o segundo ano consecutivo sem campanha – em 2019, a justificativa foi um problema na remessa do medicamento ao Ministério da Saúde.
A médica veterinária Paula Faciulli, coordenadora do setor de Zoonoses da Prefeitura de Nova Odessa, orienta que os proprietários levem os animais a clínicas particulares para tomar a vacina. “É uma doença que não tem cura e a única maneira de controle é a vacinação, que deve ser anual”, afirma a coordenadora.
A nota enviada pelo Instituto Pasteur informa que será mantida a estratégia de rotina, que consiste em vacinar animais que tiverem contato com morcegos infectados e fazer a imunização em casos de foco da doença, quando houver cães e gatos com diagnóstico positivo. Nessas situações hipotéticas, os municípios precisam pedir a vacina ao Estado.
Em 2018, ano da última campanha de vacinação realizada em Nova Odessa, foram imunizados 7.495 animais, dos quais 6,2 mil eram cães e 1.295, gatos, de acordo com a coordenadora do Setor de Zoonoses novaodessense.

Domingo, 16 de Agosto de 2020

Veja Também

BRK faz hoje melhoria na Captação do Atibaia; 49 bairros podem ser afetados

Por conta das intervenções, bairros atendidos pela ETA 2 podem sofrer oscilações no abastecimento nesta ...