Nova Odessa tem nota ‘A’ no índice de capacidade de pagamento do Tesouro

A Prefeitura de Nova Odessa conquistou nota “A” no Capag (Índice de Avaliação da Capacidade de Pagamento) calculado pela Secretaria do Tesouro Nacional. O indicador, que mede a “saúde” financeira de estados e municípios a cada quatro meses, é usado na análise de pedidos de empréstimos com garantia da União. Apenas quatro das 20 cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas), alcançaram conceito máximo. Além de Nova Odessa, Monte Mor, Indaiatuba e Jaguariúna também obtiveram o índice.
De acordo com o Capag, Nova Odessa possui grau de excelência no controle das finanças públicas, considerando endividamento, poupança corrente e liquidez. O município ganhou nota “A” nos três quesitos. O indicador também destaca adimplência financeira, despesa com funcionários abaixo do limite prudencial estabelecido pela LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal), encaminhamento das contas anuais e aplicação de recursos em Saúde e Educação.
Para a secretária de Finanças e Planejamento do município, Mara Beatriz A. Kilmeyers, a posição de destaque do município no índice de avaliação da capacidade de pagamento do Tesouro Nacional é resultado da seriedade da gestão do prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza, que age de forma conservadora, controlando os gastos com pessoal, investindo com responsabilidade, sempre com foco nas necessidades da população.
“Todos os anos, olhamos para a previsão orçamentária com muita cautela e responsabilidade. Acompanhamos as entradas de recursos mês a mês e realizamos os investimentos de forma criteriosa, sempre observando as necessidades essenciais do município. Em saúde e educação, por exemplo, investimos acima do mínimo exigido pela legislação, pois são áreas prioritárias, assim como segurança e limpeza pública. Desta forma, temos conseguido equilíbrio financeiro e orçamentário nos últimos anos, com superávit e contas aprovadas”, afirmou a secretária.
Com notas que vão de “A” a “D”, a análise da Capag avalia a situação fiscal de estados e municípios brasileiros, com objetivo de apresentar dados sobre a saúde financeira dos órgãos públicos de forma simples e transparente e o cumprimento da LRF. Apenas municípios com as notas “A” e “B” podem contrair empréstimos com garantia da União.

Domingo, 16 de Agosto de 2020

Veja Também

BRK faz hoje melhoria na Captação do Atibaia; 49 bairros podem ser afetados

Por conta das intervenções, bairros atendidos pela ETA 2 podem sofrer oscilações no abastecimento nesta ...