Monte Mor é incluída em rede de monitoramento da Covid no Estado

Iniciativa integra triagem, testagem e rastreamento de pontos de contato de casos confirmados e suspeitos

Monte Mor é uma das 120 cidades incluídas no programa de monitoramento integrado dos casos de novo coronavírus (causador da Covid-19), cuja ampliação foi anunciada pelo Governo do Estado de São Paulo na quarta-feira (12/08). Na RA (Região Administrativa) de Campinas, 14 dos 90 municípios foram incluídos no primeiro grupo. A meta é alcançar os 645 municípios paulistas até setembro. A plataforma permite unificar e automatizar dados dos casos suspeitos e confirmados, permitindo o isolamento de infectados e a identificação de seus contatos.
O resultado é um mapeamento em rede sob os pontos de vista tecnológico e de relações sociais, além de orientar as atividades de Vigilância em Saúde e Epidemiológica. “A iniciativa garante mais agilidade na identificação dos casos pela rede municipal de atenção básica e também está ligada às estratégias de Vigilância Sanitária de cada cidade. O objetivo é promover o isolamento dos infectados e pessoas com quem tiveram contato de maneira rápida para evitar a circulação do vírus”, disse o vice-governador e secretário estadual de Governo, Rodrigo Garcia.
A iniciativa é inspirada em modelos internacionais e desenvolvida em conjunto pelas Secretarias de Estado da Saúde, de Desenvolvimento Econômico e de Desenvolvimento Regional, além do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde.
“O programa é fundamental no combate à pandemia, com identificação mais precoce e o isolamento dos pacientes e seus contatos. O objetivo é impedir e diminuir a progressão da doença em formas graves, principalmente na população vulnerável composta por idosos e portadores de doenças crônicas”, declarou o secretário estadual de Saúde Jean Gorinchteyn.
O monitoramento é baseado em sistemas de triagem, testagem e rastreamento. A plataforma automatiza e padroniza acesso a dados e consolida resultados com abastecimento de diferentes bases de dados do Ministério da Saúde e das redes municipais de Saúde. As orientações aos pacientes e pessoas próximas poderão ser enviadas por meio de mensagem de texto para celulares (SMS).
“Os municípios vão seguir mobilizando suas regiões e os Prefeitos para que façam a adesão. É algo contínuo que esperamos atingir o maior número possível dos municípios de São Paulo”, destacou o Secretário Marco Vinholi.
Agentes de Saúde farão telefonemas reforçando a necessidade do isolamento e darão orientações sobre cuidados com a saúde. Amigos, familiares e colegas de trabalho também serão rastreados para identificar com agilidade eventuais novos casos.
Serão considerados contatos as pessoas que estiveram próximas do paciente infectado por pelo menos 15 minutos e a menos de um metro de distância. Elas também serão monitoradas orientadas em relação ao isolamento por 14 dias e outras medidas preventivas, inclusive com envio de mensagens por celular.

AÇÃO LOCAL
A própria Prefeitura de Monte Mor realiza, por meio da GCM (Guarda Civil Municipal) e da Vigilância Sanitária, o acompanhamento dos casos suspeitos, para que a quarentena obrigatória dos pacientes suspeitos ou confirmados não seja “furada”. “Inclusive, os suspeitos assinam um documento de responsabilidade onde se comprometem a guardar o período de quarentena”, reforçou a Administração.
Além disso, todos os testes rápidos passaram a ser realizados no Centro de Referência e Testagem da Covid-19, para minimizar o risco de contaminação nas demais unidades da Rede Municipal de Saúde. Em média, cerca de 70 pessoas passam pelo local diariamente.

Quinta-feira, 13 de Agosto de 2020

Veja Também

Atividade industrial do Brasil segue em recuperação, com alta de vagas

Sondagem da Confederação Nacional da Indústria indica que atividade já voltou ao patamar “pré-crise” A ...