Região tem mais 23 óbitos por Covid em 72h; positivos passam de 9,1 mil

Apenas Sumaré registrou 14 mortes pelo novo coronavírus entre sábado e 2ª-feira; novos testes positivos foram 449

No mesmo período em que o Brasil passou a marca dos 100 mil mortos e dos 3 milhões de infectados pela Covid-19, as cinco cidades da área de cobertura do Jornal Tribuna Liberal registraram, nas 72 horas entre sábado e segunda-feira (10/08), mais 23 óbitos causados pelo novo coronavírus, chegando a um total de 352, além de 449 novos casos positivos, passando de 9,1 mil infectados. As duas marcas são novos recordes para um final de semana na microrregião.
Com os sete óbitos que entraram nos registros nas últimas 72 horas, Hortolândia chegou a 100 mortes pela Covid-19.
Em Sumaré, foram informados pelos órgãos de Vigilância em Saúde da Prefeitura, no sábado, os óbitos de um homem de 74, com comorbidades, que faleceu dia 07/08 na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Padre Anchieta, em Campinas, e de um homem de 68 anos, também com comorbidades, que faleceu dia 08/08 no HES (Hospital Estadual de Sumaré).
Já na segunda-feira, a Prefeitura informou mais 12 óbitos, elevando o total da cidade a 152 mortos pelo novo coronavírus. As vítimas incluem 9 pacientes com comorbidades e três sem – um homem de 93 anos que faleceu dia 30/07 no Hospital de Campanha de Barradas, um homem de 69 anos que faleceu dia 14/07 no Hospital São Lucas de Americana e um homem de 70 anos que faleceu dia 03/08 no Hospital das Clínicas da USP.
Já as nove vítimas de Sumaré confirmadas ontem e que tinham comorbidades são: homem, 80 anos, faleceu dia 16/07 na UPA Macarenko; mulher, 58 anos, faleceu dia 16/07 na UPA Macarenko; homem, 42 anos, faleceu dia 19/07 no Hospital de Campanha de Barradas; homem, 71 anos, faleceu dia 30/07 HC da USP; homem, 77 anos, faleceu dia 19/07 em Barradas; homem, 80 anos, faleceu dia 06/08 no Hospital Samaritano; homem, 62 anos, faleceu dia 09/08 na Santa Casa de Vinhedo; mulher, 66 anos, faleceu dia 29/07 na UPA Macarenko; e homem, 64 anos, faleceu dia 17/07 no Hospital Regional de Osasco.
No sábado, foram informados os óbitos de um hortolandense de 69 anos, com comorbidades, que faleceu dia 04/08 no AME (Ambulatório Médico de Campinas), e de uma idosa de 84 anos com comorbidades internada desde 27/07 no Hospital Estadual de Sumaré, onde faleceu dia 31/07.
No domingo, foram confirmadas as mortes de um homem de 69 anos, com comorbidades, que faleceu dia 27/07 na Unidade Respiratória do Nova Hortolândia, bem como de um idoso de 79 anos, também com comorbidades, que faleceu dia 27/07 no Hospital Municipal Mario Covas.
Por fim, Hortolândia informou na segunda-feira mais três óbitos, totalizando a 100ª morte pela Covid-19. As vítimas são: uma idosa de 73 anos que faleceu dia 08/08 no Hospital Samaritano de Campinas; um homem de 60 anos que faleceu dia 06/08 no Hospital Emílio Ribas, na capital; e um idoso de 90 anos, que faleceu dia 07/08 no AME Campinas. Todos tinham comorbidades.
O 29º óbito de Nova Odessa foi informado pela Prefeitura da cidade no sábado. A nova vítima fatal do vírus é uma idosa de 84 anos, diabética, cardiopata e que morava no Residencial Mathilde Berzin. A idosa deu entrada na Unidade Respiratória no dia 16/07 com sintomas de síndrome respiratória aguda grave e foi internada, vindo a falecer dois dias depois.
Também no sábado, Paulínia confirmou o 46º óbito por Covid-19. Trata-se de paciente do sexo feminino, de 43 anos, com antecedentes de hipertensão arterial e obesidade, internada em 13/07 no Hospital Municipal de Paulínia e transferida para o Emílio Ribas, em São Paulo. Ela faleceu no próprio dia 08/08.

ESTADO E PAÍS
São Paulo registrava até segunda-feira 25.151 óbitos e 628.415 casos confirmados do novo coronavírus, com 426.856 pessoas recuperadas e 12.513 ainda Internadas, das quais 5.427 em UTIs – cuja taxa de ocupação é de 59,1%. Na 33ª semana epidemiológica, o Estado teve pela 4ª semana taxas ocupação UTIs menores que 60%, além de regressão das internações de 7% – inclusive no interior. No entanto, houve um aumento do número de óbitos na última semana epidemiológica, de 5%, com perspectiva de redução nas próximas semanas, frente à redução das internações.
Já o Ministério da Saúde apontava na segunda-feira 101.752 óbitos por Covid-19, e mais de 3 milhões de casos confirmados da doença.

Terça-feira, 11 de Agosto de 2020

Veja Também

Atividade industrial do Brasil segue em recuperação, com alta de vagas

Sondagem da Confederação Nacional da Indústria indica que atividade já voltou ao patamar “pré-crise” A ...