Centro de Longevidade de Sumaré completa três anos de atendimentos

O Centro de Longevidade Irineu Mazutti, unidade concebida e mantida pela Prefeitura de Sumaré, completou três anos de funcionamento na última terça-feira, dia 28 de julho. A unidade, pioneira na RMC (Região Metropolitana de Campinas) e entregue à população nos primeiros meses da atual gestão municipal, é exclusiva para a Melhor Idade a partir dos 50 anos e oferece acompanhamento multidisciplinar, por meio da medicina preventiva.
O espaço foi idealizado pelo Fundo Social de Solidariedade da Prefeitura, em parceria com a Secretaria de Saúde, e, atualmente, tem 2.200 pacientes cadastrados. Devido à pandemia do novo coronavírus, por orientação da Vigilância Sanitária, todos são acompanhados e monitorados online ou por telefone e os casos de urgência e emergência são atendi dos nas Unidades de Saúde municipais.
A unidade está instalada dentro do CCTI (Centro de Convivência da Melhor Idade), em Nova Veneza, e conta com recepção, sala de acolhimento, três salas para consultas médicas, uma sala para atendimento psicológico e outra para atendimento odontológico – todas devidamente equipadas, além de banheiros adaptados. São oferecidos atendimentos com cardiologista, cirurgião vascular, ortopedista, dermatologista, médico do esporte, geriatra, clínico geral, além de fisioterapeuta, psicólogo, urologista, acupuntura, nutricionista e dentista. Mais de 13 mil atendimentos já foram realizados desde a inauguração.
“Essa é mais uma iniciativa no sentido de humanizar o atendimento à Melhor Idade no nosso município, oferecendo diversas especialidades médicas em um espaço totalmente personalizado e acolhedor, com profissionais capacitados. É com grande alegria que vemos os frutos deste trabalho tão delicado e importante. Proteger e cuidar dos idosos é um compromisso da atual gestão, que trabalha pela inclusão da Melhor Idade, oferecendo atividades de lazer, de interação social, estimulando-os a vencer os desafios sempre com um sorriso no rosto. Atualmente, devido à pandemia do coronavírus, por atender o grupo de risco, monitoramos todos os cadastrados e, caso algum paciente apresente um quadro grave ou de urgência, o atendimento ocorre nas unidades de saúde”, comentou Mara Dalben, presidente do Fundo Social.
“Criamos o Centro de Longevidade em 2017 com o objetivo de trabalhar principalmente com a prevenção a problemas de saúde decorrentes da idade. É uma grande alegria para nós comemorar três anos de funcionamento, proporcionando mais saúde, cuidados e qualidade de vida à nossa Melhor Idade. O Centro de Longevidade é um projeto pioneiro na região e que oferece um atendimento multidisciplinar aos nossos idosos, em um único local, para que eles possam viver mais, com mais saúde e mais entusiasmo. Envelhecer é inevitável, mas é possível passar por este processo com mais qualidade de vida. É isso que oferecemos com carinho e dedicação para a nossa Melhor Idade”, explicou o prefeito Luiz Alfredo Dalben (PPS).

Domingo, 2 de Agosto de 2020

Veja Também

Hortolândia disponibiliza questionário para ‘mapear’ afroempreendedores da cidade

A fim de abrir um canal de diálogo e garantir políticas públicas específicas para o ...