Mais alunos em formação: Sumaré cria 2,1 mil vagas, do Infantil à Graduação

A Educação de Sumaré segue se fortalecendo. Mesmo com as aulas presenciais suspensas devido à quarentena causada pelo novo coronavírus, as crianças e adolescentes atendidas pela Rede Municipal de Educação mantida pela Prefeitura continuam tendo suas atividades escolares disponíveis por meio de plataforma digital. Desde 2017, cerca de 2.100 novas vagas foram criadas do Ensino Infantil à Graduação. Somente no Proeb (Programa Municipal de Educação Básica, ou “Bolsa Creche”), mais 1.380 vagas foram ampliadas, elevando para 5.928 alunos atendidos.
Em 2019, o “Ensino em Tempo Integral” foi implantado nas escolas municipais São Judas Tadeu, na Área Cura, e na EM (Escola Municipal) Magdalena Maria Vedovatto Callegari, região do Maria Antonia, beneficiando 430 crianças.
E estão a todo vapor as aulas na Fatec (Faculdade de Tecnologia), Etec (Escola Técnica Estadual) e Univesp (Universidade Virtual Paulista), que, juntas, profissionalizam 490 alunos da cidade. A Casa Brasil, unidade mantida pela Prefeitura que oferta cursos profissionalizantes, também formou centenas de estudantes aptos para o mercado de trabalho.
Para uma alimentação mais saudável, alimentos da agricultura familiar foram introduzidos no cardápio da merenda escolar dos alunos, que recebeu 99% de aprovação dos pais.
Em breve, novas vagas serão disponibilizadas aos alunos do Ensino Infantil: as escolas municipais Maria Luisa Cia Medeiros, com capacidade para 240 crianças, e Lucélia, voltada com 350 vagas, estão sendo construídas na região do Picerno. Além disso, está em andamento o convênio para a construção de três escolas municipais no entorno dos condomínios das regiões do Matão, Área Cura e Nova Veneza do programa Minha Casa Minha Vida e beneficiarão mais de 1.500 crianças.

Domingo, 26 de Julho de 2020

Veja Também

82% dos pais aprovam Ensino remoto durante a pandemia, aponta pesquisa

Levantamento feito entre 22 e 24 de julho com 10 mil participantes teve média 8 ...